Onda Sul FM

Atraso no pagamento de bolsas preocupa estudantes de universidades federais do Sul de Minas

Pagamento de maio foi repassado com um mês de atraso; FAPEMIG alega problemas no repasse do governo estadual.

Atrasos no pagamento das bolsas de estudo dos meses de maio e junho preocupam estudantes das universidades federais da região. O dinheiro deveria ter sido pago nas primeiras semanas de junho e julho pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig). O motivo da demora seria a falta de recursos do governo do estado.

O pagamento referente ao mês de maio foi feito na terça-feira (10). Porém, o pagamento de junho que deveria ocorrer até no último dia 6 de julho, ainda não foi realizado.

As bolsas são repassadas primeiro para alunos de graduação; depois para o ensino médio sob orientação de professores universitários e, por fim, para os estudantes de mestrado e doutorado.

Unifal

Na Unifal, a Fapemig tem um total de 100 bolsas de Iniciação Científica e Tecnológica concedidas a estudantes de graduação. Também disponibiliza 22 bolsas de Iniciação Científica Júnior a alunos de ensino médio das escolas públicas. As informações são da assessoria de comunicação da instituição que não divulgou o número de bolsas de mestrado e doutorado.

Ainda segundo a assessoria, desde a constatação do atraso, no início junho, foi solicitada uma posição da Fapemig.

Unifei

A Secretaria de Comunicação da universidade informou que na Universidade Federal de Itajubá (Unifei) são 175 bolsas no total. Destas, 19 são para alunos de mestrado; 09 de doutorado e 110 alunos de iniciação científica e ainda 37 bolsistas de ensino médio.

Cerca de 500 estudantes são bolsistas da FAPEMIG na Universidade Federal de Lavras – UFLA (MG) (Foto: Reprodução EPTV)

Ufla

A Universidade Federal de Lavras (Ufla) informou através de sua assessoria de comunicação que cerca de 500 estudantes recebem bolsas de mestrado, doutorado e iniciação científica na instituição.

Fapemig

A assessoria de comunicação da Fapemig confirmou o atraso. Explicou que a Secretaria de Estado da Fazenda (SEF) já repassou parte dos recursos para pagamento dos bolsistas no dia 28 de junho. E que os procedimentos internos para pagamento dos estudantes, já foram iniciados. Ainda informou que o restante do repasse será feito nos próximos dias pela SEF.

Sobre as razões do atraso, a assessoria disse que a crise financeira no estado de Minas é a responsável. “É de conhecimento público que Minas Gerais, assim como outras unidades da Federação e a própria União, passam por severa crise fiscal, o que, inclusive, motivou a decretação de calamidade financeira no Estado”, afirma.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Via G1/Suldeminas
Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2018 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA
WhatsApp chat