Onda Sul FM

Caldense surpreende e vence Atlético-MG

Caldense volta a vencer e respira no Campeonato Mineiro

Sábado de Carnaval é o dia certo da Caldense jogar contra o Atlético em Belo Horizonte. Mais uma vez o time de Poços aprontou para cima do Galo na capital mineira e conquistou uma vitória muito importante. Neilson e Potita marcaram para a Veterana contra um gol de Ricardo Oliveira para o Galo. Com o resultado, a Caldense chegou aos oito pontos e voltou a brigar pela classificação, afastando de momento o fantasma do rebaixamento. Ao final do jogo o atacante Potita, em entrevista para o Repórter Ailton Fonseca, destacou o trabalho do técnico Zezito. “É um homem que conhece muito de futebol e tem méritos nesta vitória”, disse Potita.

O técnico Roberto Fonseca surpreendeu mesmo antes do início da partida. O treinador sacou Mineiro e colocou Arilson e ainda escalou Fernandinho, que não tinha ainda entrado em campo nesta temporada.
A primeira chance foi da Caldense, mas Potita perdeu gol feito aos cinco minutos. O time de Roberto Fonseca jogava de igual para igual, mas via o Atlético levar perigo, principalmente com Ricardo Oliveira. Aos 16 minutos, o atacante do Galo marcou, mas estava impedido, acertadamente assinalado pela arbitragem. Aos 26 minutos valeu. O atacante aproveitou boa jogada de Érik e tocou na saída de Omar, abrindo o placar para o Atlético.
A Caldense não desanimou e seguiu buscando o gol. Aos 38 minutos veio o merecido empate. Após cruzamento de Jonathan, o atacante Neilson marcou um gol estranho. A bola bateu em suas costas e encobriu o goleiro Victor. No final do primeiro tempo apareceu a estrela do goleiro Omar. Após cobrança de falta de Otero o goleiro salvou a Veterana.

Depois de tanta correria na primeira etapa era normal que o segundo tempo fosse mais cadenciado. A Caldense adotou uma postura defensiva e foi eficiente. O time de Poços conseguiu segurar todas as investidas do Atlético. Aos 39 minutos veio a vitória. Juninho achou Feijão, que conduziu a bola e passou para o meio da área para Potita mandar para o fundo das redes. Final 2×1 para a Caldense, que sambou no estádio Independência. Já a torcida do galo deixou o campo chamando o time de sem vergonha.
A Caldense volta a campo no próximo domingo, quando enfrenta a Patrocinense em Poços de Caldas.

ATLÉTICO 1 X 2 CALDENSE

ATLÉTICO
Victor; Carlos César, Iago Maidana, Felipe Santana e Fábio Santos; Adilson e Elias (Carlos, aos 41 minutos do segundo tempo); Otero (Marco Túlio, aos 30 minutos do segundo tempo), Cazares (Luan, aos 19 minutos do segundo tempo) e Erik; Ricardo Oliveira.
Técnico: Thiago Larghi

CALDENSE
Omar; Feijão, Marcelo, Robinho (Carlinhos, no intervalo) e Jhonathan; Jean, Arilson e Fernandinho (Charles, aos 20 minutos do segundo tempo); Juninho, Anderson e Neílson (Potita, aos 25 minutos do segundo tempo).
Técnico: Roberto Fonseca

Gols: Ricardo Oliveira, aos 27 minutos do primeiro tempo (ATL); Neílson, aos 38 minutos do primeiro tempo, e Potita, aos 39 minutos do segundo tempo (CAL)
Cartões amarelos: Adilson, aos 7 minutos do primeiro tempo e Cazares, aos 7 minutos do segundo tempo (ATL); Jhonathan, aos 24 minutos do primeiro tempo; Feijão, aos 7 minutos, Juninho, aos 46 minutos e Omar, aos 47 minutos do segundo tempo (CAL)

Motivo:
6ª rodada do Campeonato Mineiro
Estádio:
Independência, em Belo Horizonte
Data e horário: sábado, 10 de fevereiro, às 16h30 (de Brasília)

Árbitro: Ronei Cândido Alves (CBF)
Assistentes: Douglas Almeida Costa (CBF) e Marcyano da Silva Vicente (CBF)
Público: 17.619 torcedores
Renda: R$ 137.326,00

 

Via jornaldamantiqueira
Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2018 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA