Versão Desktop

Versão Mobile

Saúde

Minas decreta situação de emergência devido a surto de febre amarela

Minas decreta situação de emergência devido a surto de febre amarela

9 - Gerais/MD, Módulos, Notícias, Saúde
Governo publica decreto para acelerar prevenção contra a doença em 94 cidades, incluindo a capital. Postos de BH abrem com ordem para avaliar e imunizar até idosos e gestantes. Minas decreta situação de emergência de saúde pública em três regionais do estado por 180 dias, devido ao surto de febre amarela. Com o decreto, publicado neste sábado no diário oficial Minas Gerais,  os 94 municípios que integram as áreas de Belo Horizonte, Itabira (na Região Central) e Ponte Nova (Zona da Mata) podem fazer compras de insumos, materiais e contratar serviços com dispensa de licitação. De acordo com o governo, a medida visa acelerar o processo de prevenção e busca de casos da doença, que já matou pelo menos 16 pessoas no estado. A medida é semelhante à tomada em 13 de janeiro do ano passado, env
Calvície de origem genética atinge homens e mulheres, mas tem tratamento

Calvície de origem genética atinge homens e mulheres, mas tem tratamento

9 - Gerais/MD, Módulos, Notícias, Saúde
SAIBA COMO EVITAR ESTE TRASTORNO Nada de deixar para depois: se o cabelo começou a cair ou afinar, consultar um dermatologista é imprescindível. Essa queda poder estar relacionada a outros problemas de saúde ainda encobertos, como uma disfunção na tireoide, por exemplo. Exclusas as causas funcionais, o médico poderá identificar se a calvície em andamento é a alopecia androgenética de causa hereditária, uma das maiores causas de queda de cabelo entre homens.Esse tipo de problema – que também atinge mulheres – acontece por causa da testosterona. O dermatologista Caio Lamunier, do Hospital das Clínicas de São Paulo, explica que o cabelo é mais sensível à testosterona.  “É importante ressaltar que essas pessoas não têm nenhum problema hormonal. A quantidade de testosterona é nor
Vigilância explica cobrança de taxa de alvará sanitário em Alpinópolis

Vigilância explica cobrança de taxa de alvará sanitário em Alpinópolis

5 - Região/MD, Alpinópolis/MG, Cidades, Módulos, Notícias, Saúde
Taxa para emissão de alvará sanitário causou polêmica entre a população alpinopolense. Segundo coordenador do Centro de Vigilância em Saúde da cidade, cobrança foi outorgada pela Anvisa Nos últimos meses de 2017, a Câmara Municipal de Alpinópolis aprovou, em sessão ordinária no dia 23 de outubro, o Código Sanitário Municipal (CSM). Já em processo de desenvolvimento há algum tempo, a Vigilância Sanitária do município alega que o mesmo era necessário com urgência, posto ser uma exigência ainda a ser cumprida. Questão que tem causado polêmica referente ao CSM tem origem na cobrança de uma taxa sanitária dos estabelecimentos alpinopolenses para que seja realizada a vistoria e liberação de funcionamento legal. Segundo Ederaldo Silva Leandro, coordenador da Vigilância Sanitária de Alpinópolis
Levantamento aponta baixo risco de infestação em Poços de Caldas

Levantamento aponta baixo risco de infestação em Poços de Caldas

7 - Poços de Caldas/MD, Cidades, Módulos, Notícias, Poços de Caldas/MG, Saúde
Hospital poços-caldense é credenciado para tratamento da febre amarela.Um levantamento feito por agentes de endemias em Poços de Caldas apontou que a cidade tem baixo risco de epidemia. Isso porque, o município possui baixa infestação do mosquito Aedes aegypti. Entre os dias 08 e 12 de janeiro, os agentes de endemias percorreram cerca de 3.500 imóveis, para a realização do LIRAa - Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Mosquito Aedes aegypti. O resultado da pesquisa feita este mês, quando foram encontrados 34 focos positivos, mantém Poços abaixo de 1% no índice de classificação do Ministério da Saúde, faixa considerada com baixo risco de epidemia. "Os últimos levantamentos feitos, no ano passado, já haviam confirmado este índice para Poços. Embora haja baixo risco, o monitora
Passos entra em estado de alerta com infestação de Aedes aegypti

Passos entra em estado de alerta com infestação de Aedes aegypti

5 - Região/MD, Cidades, Módulos, Notícias, Passos/MG, Saúde
Agentes de saúde encontraram focos do mosquito em 3,4% dos locais visitados. A cidade de Passos está em alerta contra as doenças causadas pelo Aedes aegypti. Um levantamento feito pelo núcleo de zoonoses da cidade revelou um índice de 3,4% de infestação pelo mosquito.O levantamento foi feito com base em visitas de agentes de saúde a bairros do município. De acordo com o núcleo, a maior dos casos registrados foi dentro de casa, em locais como vasos de plantas, pratinhos e frascos abertos."Isso nos coloca em situação de médio risco para a epidemia, devido às altas temperaturas, quantidade de chuva que tem acontecido, tudo isso são fatores que se não tivermos os devidos cuidados pode acontecer uma epidemia, disse o coordenadora do Lira, Denis de Oliveira Silva.Dois bairros apre
Hospital de Pouso Alegre é credenciado para tratar pacientes com febre amarela

Hospital de Pouso Alegre é credenciado para tratar pacientes com febre amarela

5 - Região/MD, Cidades, Módulos, Notícias, Pouso Alegre/MG, Saúde
Instituição terá dois leitos de isolamento com uma equipe especializada para atender pacientes com a doença.O Hospital Samuel Libânio, de Pouso Alegre (MG), recebeu nesta quarta-feira (17) o credenciamento da Secretaria Estadual de Saúde para ser referência em tratamento a pacientes com febre amarela. Isso significa que o hospital terá dois leitos de isolamento com uma equipe especializada para atender pacientes com a doença.O credenciamento insere o hospital em uma rede hospitalar de atendimento aos casos considerados moderados e graves de Pouso Alegre e região. As regionais de saúde de Alfenas, Passos e Varginha também terão leitos especializados.Já em Poços de Caldas, o Hospital Santa Lúcia teve dois leitos credenciados nesta semana.Via G1
Número de mortes por febre amarela chega a 15 em Minas Gerais, diz governo

Número de mortes por febre amarela chega a 15 em Minas Gerais, diz governo

9 - Gerais/MD, Módulos, Notícias, Saúde
Maior parte dos óbitos se refere a pacientes da Região Metropolitana de Belo Horizonte.O governo de Minas Gerais confirmou, nesta quarta-feira (15), mais quatro mortes por febre amarela, chegando a 15 o total de óbitos no estado desde dezembro do ano passado. As últimas confirmações se referem a pacientes de Belo Horizonte, Caeté, Nova Lima e Rio Acima.Segundo os dados da Secretaria de Estado de Saúde, a maior parte das mortes, 11, são de pacientes da Região Metropolitana. A cidade com maior quantidade de óbitos no estado é Nova Lima – cinco.Conforme a SES, as mortes registradas no estado se referem a pacientes de dez cidades:cinco em Nova Lima, na Região Metropolitana; duas em Mariana, na Região Central; uma em Belo Horizonte; uma em Caeté, na
Há um cuidado para você adotar HOJE e evitar ter Alzheimer no futuro

Há um cuidado para você adotar HOJE e evitar ter Alzheimer no futuro

9 - Gerais/MD, Módulos, Notícias, Saúde, Sem categoria
Doença silenciosa, ou seja, que raramente apresenta sintomas claros, a hipertensão arterial é uma condição bastante grave que, se não tratada, pode levar a problemas no coração, infarto, Acidente Vascular Cerebral (AVC) e até mesmo ao desenvolvimento de AlzheimerNem todo mundo sabe, mas quando prolongado, um quadro de hipertensão arterial pode causar lesões no cérebro e resultar em perda de funções intelectuais. O processo é progressivo, dificilmente percebido e irreversível. A pressão alta que não é acompanhada por médicos ou tratada pode causar em artérias cerebrais uma doença aterosclerótica que, por sua vez, leva a possíveis quadros de demência e Alzheimer. Hipertensão: como identificar e tratar  A pressão alta que não é acompanhada por médicos ou tratada pode causar em artéri
Presidente da Rede Minas tem febre amarela confirmada

Presidente da Rede Minas tem febre amarela confirmada

9 - Gerais/MD, Belo Horizonte/MG, Cidades, Módulos, Notícias, Saúde
O quadro clínico é grave, de acordo com os médicos. O músico Flávio Henrique, de 49 anos, atualmente preside a Empresa Mineira de Comunicação. O Hospital Mater Dei confirmou, por meio de boletim médico, o diagnóstico de febre amarela do músico e compositor Flávio Henrique, de 49 anos. Ele segue internado no Centro de Terapia Intensiva (CTI) do hospital, em Belo Horizonte. Flávio preside a Empresa Mineira de Comunicação, à qual estão vinculadas a Rede Minas e a Rádio Inconfidência."Informamos que o paciente Flávio Henrique Alves de Oliveira permanece internado, com quadro clínico grave, no CTI da Rede Mater Dei de Saúde com diagnóstico de febre amarela. Ele está sendo assistido pela equipe médica e recebendo os cuidados necessários", informou o coordenador do CTI Anselmo Dornas. Por m
Sobe para 15 o número de mortes por febre amarela em Minas

Sobe para 15 o número de mortes por febre amarela em Minas

9 - Gerais/MD, Módulos, Notícias, Saúde
Boletim epidemiológico da Secretaria de Estado e Saúde divulgado nesta quarta-feira confirma mais quatro óbitos no estado. Subiu para 15 o número de mortes por febre amarela em Minas Gerais desde julho de 2017, de acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES/MG), divulgado no início da tarde desta quarta-feira.No balanço divulgado na última segunda-feira, o número de mortes ainda estava em 11. Entretanto, nos últimos dois dias, as prefeituras de Belo Horizonte e Nova Lima confirmaram que duas pessoas morreram pela doença, uma em cada município.No boletim divulgado hoje, a SES confirma, além destes dois óbitos, as mortes de mais dois pacientes em Caeté e Rio Acima. Em Minas Gerais, conforme o boletim, são 22 casos neste período e apenas 7 pacientes