Onda Sul FM

Em Lavras cirurgias eletivas feitas pelo Ipsemg são suspensas

Falta de repasse é o motivo da suspensão.

A Santa Casa de Lavras (MG) suspendeu todas as cirurgias eletivas feitas pelo Ipsemg, por causa da falta de repasses do governo. O hospital manteve apenas os atendimentos de urgência e emergência. No entanto, o hospital deu um mês para que a situação seja resolvida ou vai suspender todos os atendimentos.

(Foto: Reprodução EPTV)

A medida também já foi adotada pelo Hospital Vaz Monteiro. O aviso na entrada diz que consultas, atendimentos, cirurgias, tudo que seria feito pelo Ipsemg, está suspenso pelo menos até que os repasses sejam normalizados.

Segundo o diretor do hospital, a unidade vem enfrentando problemas com os repasses desde o ano passado. Esta já é a terceira suspensão somente em 2018.

Paramos em janeiro, depois paramos 1º de julho e hoje paramos definitivamente todo o serviço do Ipsemg, num montante que viria do Ipsemg, de R$ 570 mil, somada a outras parcelas que o Estado nos deve, dá um montante total de R$ 1,2 milhão aproximadamente“, disse o diretor-presidente do hospital, Frederico Faúla de Sousa.

Problemas em outras cidades

No Sul de Minas, os atendimentos pelo Ipsemg também estão suspensos na Santa Casa São Francisco de Assis, em Três Pontas; na Fundação Hospitalar, em Três Corações; nos hospitais Santa Paula e Renascentista, em Pouso Alegre e na Santa Casa de Misericórdia de Itajubá.

 

 

 

Via G1/Sul de Minas

 

Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2019 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA
WhatsApp chat