Onda Sul FM

Fernanda Takai lança disco com músicas de Tom Jobim

Fernanda Takai resgata músicas menos conhecidas de Tom Jobim

Fernanda Takai, lança um disco com músicas menos conhecidas de Tom Jobim  (Foto: Weber Padua)

A voz doce de Fernanda Takai nos remete ao seu trabalho mais pop, a banda Pato Fu, mas também a Nara LeãoReginaldo Rossi e até ao padre Fábio de Melo, artistas que ela já interpretou. Agora é para composições de Tom Jobim que ela empresta o timbre, com O Tom da Takai, disco que marca seu novo encontro com a bossa nova, num trabalho com produção de dois bambas do estilo, Roberto Menescal e Marcos Valle.

Esse mix de influências reflete sua biografia: amapaense radicada em Belo Horizonte, a cantora e compositora de 46 anos tem ascendência japonesa por parte de pai – seu bisavô chegou ao Brasil no Kasato Maru, navio que trouxe a primeira leva de imigrantes em 1908 – e portuguesa, pela mãe. “Quando meu pai, Vitório, e minha mãe, Silvia, se casaram, era algo raro fora da colônia, por isso a parte japonesa da família não foi à cerimônia. Minha mãe só os conheceu no ano seguinte. A união quebrou barreiras”, acredita.

Casada há mais de duas décadas com o produtor e guitarrista John Ulhoa, seu parceiro no Pato Fu e pai de sua filha, Nina, de 13 anos, Fernanda é uma multiartista que, além de compor e cantar, é feminista – e não é de hoje: é autora de livros como Nunca Subestime Uma Mulherzinha (Panda Books, 136 págs., R$ 31,90), de 2007, reunião de textos confessionais. “Minha luta não é só por igualdade, mas, sim, pela diferença que fazemos no mundo. Minha estratégia é da delicadeza”, diz ela.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

viarevistamarieclare

 

Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2018 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA
WhatsApp chat