Onda Sul FM
Bloco Vermes

Funcionários esperam abertura de Centro Socioeducativo em Passos

Inauguração já foi adiada cinco vezes e está prevista para este mês; eles já passaram por treinamento, mas até agora não foram chamados para o serviço.

Cerca de 30 pessoas que foram selecionadas para trabalhar no Centro Socioeducativo de Passos já não aguentam mais esperar. A inauguração do centro já foi adiada cinco vezes. Elas já passaram por treinamento, receberam orientações, mas até agora, nada de serem chamados para o serviço.

“A gente já faz a documentação e a capacitação, a gente só está esperando abrir pra gente trabalhar, olha pra você ver como está a situação”, disse o funcionário Edmilson Rodrigues.

Centro Socieducativo de Passos (MG) está pronto.

Parados e sem pagamento, a espera tem se tornado cada vez mais preocupante. É que muitos pediram demissão do antigo emprego, aguardando o chamado da abertura do centro.

“A gente está na espera, a gente fica parado, esperando, aí vai enrolando, cada dia eles falam uma coisa, o que mostra pra gente é que o Estado está sem credibilidade. Essa é a quinta vez, e aí?”, disse o funcionário Fabiano Souza Faria.

A primeira promessa da Secretaria de Segurança Pública do Estado era de que o centro seria entregue em 2015. Mas agora, já passou para o 1º trimestre de 2018.

“É difícil a gente entender quais os motivos que está levando para tanto atraso, dessa maneira”, disse o funcionário Douglas Assis.

A reforma e ampliação da Escola Neca Quirino, onde foi construído o centro, foi estimada em R$ 1,5 milhão. Em 2015, o local chegou a ficar abandonado e o espaço foi invadido por usuários de drogas. Os muros também foram pichados. As obras foram retomadas e o centro ficou pronto no ano passado, mas as portas continuam fechadas.

Depois de tantos prazos não cumpridos, o Ministério Público de Minas Gerais entrou com um processo contra o Estado pedindo mais agilidade na abertura do centro. Mas o julgamento ainda não aconteceu. Os funcionários selecionados continuam parados e o local novamente está sendo alvo de vândalos.

“A gente se sente muito abandonado, não é pouco não, porque não é um bem só pra gente, é pra cidade, pra região, ter um socioeducativo desse. E o pessoal parece que não está muito preocupado com isso”, completou Edmilson Rodrigues.

A previsão da Secretaria de Segurança Pública é inaugurar o Centro Socioeducativo ainda neste mês de fevereiro. O termo de formalização com o Instituto Jurídico para Efetivação da Cidadania, o IJUCI, já foi assinado. O instituto é parceiro na gestão da casa do menor. A nova unidade de internação terá capacidade para receber 40 adolescentes.

 

Via G1/Suldeminas
Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2018 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA
WhatsApp chat