Onda Sul FM

Moradora de Alfenas baleada em tiroteio no Rio morreu no hospital

Família estava a passeio no Rio e voltava para Minas Gerais quando ocorreu uma tentativa de assalto. Vítima foi atingida ao tentar proteger as filhas de 10 anos.

Na manhã desta terça-feira (11), a mulher baleada durante um tiroteio em um posto de gasolina em Itaboraí, na Região Metropolitana do Rio, morreu no Hospital Municipal Desembargador Leal Júnior.

Isabel Cristina Cabral Costa, de 50 anos, estava no carro com a família voltando para Minas Gerais, quando foi baleada. Segundo o filho mais velho da vítima, ela tentava proteger as filhas gêmeas de 10 anos quando foi baleada.

De acordo com boletim médico, ela deu entrada no hospital vítima de disparo de arma de fogo no abdômen e com lesões de diafragma, hepática multifocal, fígado, estômago e hemotórax.

A perícia da Polícia Civil encontrou pelo menos sete marcas de tiro no posto.

A troca de tiros aconteceu quando criminosos roubavam carros para fugir depois um acidente na BR-101. Segundo o filho de Isabel, a mãe se preocupou em proteger as crianças. “Tinham duas irmãs minhas, gêmeas de 10 anos. Na hora que ela foi salvar a minha irmã, ela foi baleada com os tiros lá de fora do posto”, disse Samuel Cabral, no dia do em que a mãe foi baleada.

Um carro da PM perseguiu os bandidos pela BR-101 e houve tiroteio. Um dos assaltantes foi ferido e levado para o hospital Alberto Torres, em São Gonçalo. Outros dois conseguiram fugir.

Isabel Cristina, o marido, três filhos, a nora e o neto voltavam para Minas Gerais depois de uma viagem de turismo.

 

 

 

Via G1/Sul de Minas
Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2018 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA
WhatsApp chat