Onda Sul FM
Bloco Vermes

Namorada de Cauã Reymond entrega intimidade com o ator: ‘Muito mimado por mim’

Ator reuniu a namorada e famosos no lançamento do filme ‘Uma Quase Dupla’, na zona sul do Rio de Janeiro

Mariana Goldfarb prestigia Cauã Reymond e Tatá Werneck na pré-estreia do filme 'Uma Quase Dupla', no Kinoplex Leblon, localizado zona sul do Rio de Janeiro, na noite desta segunda-feira, 9 de julho de 2018

 No longa, o ator vive o subdelegado Claudio, parceiro de Keyla (Tatá Werneck). ‘busquei prestar atenção em como ele se comportava diante das câmeras e fui aprendendo um pouco com as técnicas dele. Já era muito fã e fiquei muito mais’, disse a atriz

Mariana Goldfarb prestigiou Cauã Reymond na pré-estreia do filme “Uma Quase Dupla”, no Kinoplex Leblon, no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (9). Em um bate-papo com o Purepeople, a modelo entrega que gosta de mimar o ator. “Mimo ele todos os dias. Com estreia ou sem estreia ele é muito mimado por mim. Adoro cozinhar então ele se dá muito bem nesse quesito! Gosto de fazer massagem”, disse ela. Sobre o longa, a namorada do artista é só elogios e acredita em uma continuação: “É muito divertido, dei muita risada assistindo. Ele e a Tatá formam uma dupla muito boa. Acho que daria até uma continuação, uma série de TV. A atuação deles é ótima, o filme é leve, bom para levar a família. Me surpreendeu mesmo”

Vindo de uma série de personagem dramáticos na televisão e também no cinema, Cauã tinha o desejo de atuar no universo humorístico. “Comédia chega a tantos públicos, e não sou comediante. Não fazia comédia há oito anos, desde ‘Reis e Ratos’, e estou surpreso com a repercussão, está sendo muito gostoso. Queria fazer um filme de dupla, uma comédia de humor ácido, e comentei isso com a produtora do filme, a Bianca Velar. A gente já havia trabalhado junto em ‘Reza Lenda’, e ela com a Tatá em ‘TOC’, e ela deu a ideia de fazer essa dupla com a Tatá. Mas fiquei pensando em como ia me encaixar no humor dela, que é uma gênia, e pensei em fazer esse cara com o raciocínio mais lento, talvez ingênuo e ela topou”, explica ele, que vai viver par romântico com Paolla Oliveira na novela “Troia”.

Tatá Werneck não esconde que é fã do galã. Segundo a atriz e também apresentadora do “Lady Night”, sua admiração pelo pai da pequena Sofia só aumentou após atuação juntos. “Aprendi muito com a postura de trabalho do Cauã. Ele é muito foda. Ele é muito disciplinado e entende muito de cinema, que é uma arte que tem um a atenção aos detalhes e cuidado que precisa que o ator tenha uma técnica de interpretação mais atenta. Para que ele jogue a favor da edição, da luz, do tempo e ele tem isso. Aí busquei prestar atenção em como ele se comportava diante das câmeras e fui aprendendo um pouco com as técnicas dele. Já era muito fã e fiquei muito mais”, disse. Questionada em que ajudou o artista, ela, que o beija em cena do longa, se diverte: “Massagem e esfoliação. Não sei se ajudei o Cauã, acho que… Não sei dizer. É difícil dizer que eu o ajudei em alguma coisa”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

viaterra

 

Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2018 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA
WhatsApp chat