Onda Sul FM

Papelarias decidem entregar kits escolares após anúncio da Prefeitura de Poços de Caldas

A Prefeitura Municipal de Poços de Caldas anunciou na tarde desta quinta-feira (03) o pagamento do valor em atraso com papelarias da cidade. A dívida com as empresas que fornecem o material escolar para famílias de baixa já estava em R$ 3 milhões.

O comunicado foi feito depois que as quatro papelarias que têm convênio com o Executivo ameaçaram não fazer a entrega dos kits para 20 mil pessoas.

Atualmente, quatro estabelecimentos na cidade são credenciados para distribuir os kits. No entanto, empresários do setor chegaram a informar que não fariam a distribuição depois que o prefeito, Sérgio Azevedo (PSDB), decretou estado de calamidade devido à crise financeira.

Segundo André Vilas Boas, advogado que representa as papelarias, todas decidiram fazer a entrega dos kits normalmente, após o Executivo se comprometer a enviar o pagamento até o fim de 2019. Ele se reuniu com o prefeito durante a tarde.

De acordo com Azevedo, o pagamento dos kits de 2019, assim como a quitação da dívida feita em 2018 dependem da verba encaminhada pelo governo do Estado.

“A gente espera, nos próximos meses, que o governador [Romeu Zema] possa nos dar uma posição e possamo dar uma notícia boa para eles, de que não vai ocorrer todo esse atraso que estamos imaginando e a gente vai poder quitar esses kits antes. Essa é nossa expectativa. Tomara que possa acontecer, mas dependemos do governo do Estado”, afirmou.

Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2019 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA
WhatsApp chat