Onda Sul FM
Bloco Vermes

PM prende foragido da justiça em Alpinópolis por crime brutal

O foragido é acusado de cometer um crime brutal com o irmão em 2015 em Alagoas e estava sendo procurado.

Os policiais do 3º Pelotão da Polícia Militar capturaram, na tarde desta terça-feira (15), em Alpinópolis, um foragido da justiça acusado de participar do brutal assassinato de dois jovens acontecido no estado nordestino de Alagoas, em 2015.

Eduardo Gomes dos Santos, de 25 anos, cometeu o crime juntamente com seu irmão, Carlos Eduardo Alves dos Santos. Este último já se encontrava preso, tendo sido recentemente julgado e condenado por júri popular a mais de 37 anos de prisão.

O duplo homicídio ocorreu no município de Boca da Mata-AL, em novembro de 2015. Na ocasião, dois adolescentes foram mortos e tiveram seus corpos ocultados em túmulos abertos no cemitério da cidade, que fica na Zona da Mata alagoana.

Quando foram encontrados, os cadáveres de Tarcísio Balbino da Silva e José Luan da Silva Bento, ambos de 14 anos, já estavam em estado avançando de decomposição, apresentando cortes profundos na região da cabeça, possivelmente produzido por uma faca tipo peixeira, segundo informações da PM de Alagoas.

PM prende foragido da justiça em Alpinópolis por crime brutal

Carlos Eduardo, conhecido pela alcunha de “Pitoco”, foi preso pouco tempo depois e confessou ter agido em companhia do irmão. Eduardo, que desde estão estava foragido, foi capturado pelos militares na tarde desta terça-feira, após ser localizado na zona rural de Alpinópolis, no bairro da Roseira, onde residia e trabalhava como retireiro há cerca de 30 dias.

Segundo informações, esta não foi a primeira vez que o criminoso domiciliou-se no município. Ele fazia isso de forma esporádica, porém nunca permanecendo por muito tempo.

O grau de violência do crime cometido pode ser verificado pelo teor da sentença condenatória de “Pitoco”, proferida em fevereiro deste ano pelo juiz Phillippe Melo Alcântara Falcão, quando diz que “o réu ceifou a vida de dois adolescentes que tinham apenas 14 anos de idade na data do crime. Além disso, agiu por meio cruel, atingindo as vítimas com tantos golpes que resultaram na completa desfiguração de seus corpos”.

Os jurados acataram a tese do Ministério Público e condenaram o acusado por duplo homicídio qualificado, combinado com dupla ocultação de cadáver.

Os militares descobriram o paradeiro de Eduardo por meio da combinação de dados disponibilizados pela Polícia Civil de Alagoas e informações fornecidas por um grupo de colaboradores, composto por vários produtores rurais do município.

Há algum tempo, um projeto denominado “Patrulha Rural” vem sendo desenvolvido pelo 3º Pelotão PM com o objetivo de aprimorar a segurança, principalmente em seu viés preventivo, na zona rural. Um dos recursos utilizados consiste em identificar e cadastrar as propriedades e seus donos, assim como os trabalhadores que vem de outras cidades, e até mesmo de outros estados, para atuar nas lavouras em Alpinópolis. Justamente esta estratégia é que tornou possível a captura do foragido em questão.

Após a prisão, Eduardo foi apresentado à autoridade policial em Passos e posteriormente recolhido no presídio da cidade, onde aguardará as determinações da Justiça para que sua transferência seja realizada para a comarca de Boca da Mata, em Alagoas, localidade onde o crime foi consumado.

Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2018 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA
WhatsApp chat