Onda Sul FM

Presidente do Passos FC ainda espera gerir o estádio Starling Soares

Estádio Starling ainda continua sob a administração da Secretaria de Educação por conta do Projeto de Lei elaborado pelo prefeito anterior, Ataíde Vilela, prevendo a construção do Parque Municipal Educacional.

A diretoria do Passos FC continua esperançosa quanto a possibilidade de se tornar o gestor do Estádio Municipal Geraldo Starling Soares. Em razão da notificação há anos por parte do Corpo de Bombeiros porque o local não atende às normas legais de segurança pública, e o gramado apresentou problemas graves de estrutura, por determinação da Federação Mineira de Futebol (FMF) a equipe passense está mandando seus jogos no Campeonato Mineiro da Segunda Divisão em Divinópolis, distante 330 quilômetros do município

A imprensa passense precisa cobrar dos responsáveis lá na prefeitura, para que o Starling saia das mãos da Administração Municipal porque mantê-lo sempre em ordem, com os laudos relacionados à segurança aprovados e em condições de uso para qualquer tipo de evento, custa caro. Então, o que a diretoria do Passos FC quer é apenas um documento que permita o clube administrar o estádio por um tempo determinado. Já disse por várias vezes e volto a repetir: não queremos que a prefeitura gaste com obras no Starling, por exemplo, mas deixe o clube executá-las. Só queremos a autorização assinada pelo prefeito, assessores, diretores e a direção do Passos FC para promover melhorias e deixa-lo em condições de receber jogos oficiais promovidos pela FMF. Sei que para este ano é impossível porque o campeonato acaba em outubro, mas que o Passos FC administre o Starling e o prepare para a Segunda Divisão de 2019”, explicou o presidente Virgínio Leopoldino, o Capitão Virgínio.

O secretário Municipal de Esporte, Juventude e Lazer, Flávio Sarno, o Mamão, revelou que o Starling ainda continua sob a administração da Secretaria de Educação por conta do Projeto de Lei elaborado pelo prefeito anterior, Ataíde Vilela, prevendo a construção do Parque Municipal Educacional. Mamão afirmou ainda o procurador Geral do Município, Marcelo Oliveira Vasconcelos está trabalhando para que o estádio volte para a Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer ainda neste ano.

Como apareceram outras empresas e clubes interessados em gerir o Starling, vou lançar uma concorrência pública e quem oferecer melhor proposta vai ter o direito de ser o ‘dono’ por um determinado período de anos. Mas antes disso, é nossa intenção reformá-lo totalmente de acordo com as exigências das normas de segurança. Só não tomamos as devidas providências porque Passos não tinha time profissional em atividade e o estádio ainda está sob a responsabilidade da Secretaria Municipal de Educação. Qualquer atitude por nossa parte, exigiriam gastos e seria precipitada”, afirmou Mamão.

Entre os dias 16 e 23 deste mês, ou seja, em oito dias, o Passos FC terá de entrar em campo três vezes pela Segundona. No próximo domingo, às 10h, no Estádio Victor Andrade de Brito, o campo do Frimisa, em Santa Luzia, região metropolitana de Belo Horizonte, encara o União Luziense. Dia 19, às 15h, como mandante do confronto, recebe o Valério de Itabira, no Estádio Waldemar Teixeira de Faria, o Farião, em Divinópolis, e no domingo seguinte, dia 23, o adversário será o Coimbra de Belo Horizonte, também no Farião.

 

 

 

 

Via Folha da Manhã
Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2018 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA
WhatsApp chat