Onda Sul FM

Rodriguinho tem melhor início entre grandes contratações para setor de armação do Cruzeiro

Camisa 23 obteve números superiores aos de Thiago Neves, Arrascaeta, Everton Ribeiro e Montillo levando em consideração as cinco primeiras partidas.

O meia Rodriguinho vem justificando o investimento de US$ 4 millhões (R$ 15,48 milhões) do Cruzeiro na compra de seus direitos econômicos ao Pyramids, do Egito. Nas cinco primeiras partidas, ele marcou três gols. Sendo o mais importante na vitória por 1 a 0 sobre o Huracán, na quinta-feira, na Argentina, pela primeira rodada do Grupo B da Copa Libertadores.
No lance, Rodriguinho recebeu lançamento de Robinho, ganhou no corpo a corpo do volante Damonte e bateu rasteiro na saída do goleiro Antony Silva. Foi o primeiro gol do armador por um jogo de Libertadores.
“Espero que seja o primeiro de muitos. Momento certo, deu a vitória para a equipe. Feliz de estrear na Libertadores com essa camisa e com a vitória. Jogar aqui é difícil, a chuva atrapalhou, mas o mais importante são os três pontos e a tranquilidade de voltar ao Brasil e continuar fazendo o trabalho”, comemorou o camisa 23.
Outras grandes contratações do Cruzeiro demoraram um pouco mais a engrenar no quesito artilharia. É o caso de Thiago Neves, que só fez o primeiro gol pelo clube no nono jogo. O uruguaio Arrascaeta, contratado em janeiro de 2015 ao Defensor do Uruguai, por 4 milhões de euros, balançou a rede na sexta apresentação (duas vezes).
Em 2013, Everton Ribeiro, comprado do Coritiba por R$ 4 milhões, fez um gol em suas cinco primeiras partidas pela Raposa. Número idêntico registrou o argentino Montillo, adquirido por US$ 3,5 milhões à Universidad de Chile, no segundo semestre de 2010.
Via Uol
Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2019 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA
WhatsApp chat