Onda Sul FM
Bloco Vermes

Tag: guerra

EUA e aliados dobram quantidade de mísseis lançados na Síria em comparação a 2017

EUA e aliados dobram quantidade de mísseis lançados na Síria em comparação a 2017

9 - Gerais/MD, Cidades, Gerais, Internacional, Módulos, Notícias
Estados Unidos, Reino Unido e França realizaram nesta sexta-feira bombardeio coordenado ao país em resposta a suposto ataque com armas químicas.   O bombardeio à Síria realizado em conjunto Com Reino Unido e França nesta sexta-feira (13) teve o dobro de mísseis usados no ano passado, quando os norte-americanos reagiram a um ataque químico atribuído ao regime de Assad que deixou 86 mortos. A informação foi dada pelo secretário de Defesa dos EUA, James Mattis, disse em coletiva de imprensa no Pentágono. A investida combinada dos três países é uma resposta a um novo suposto ataque químico sobre a cidade de Duma, no último fim de semana. Segundo Mattis, além de mais intenso, o ataque mais recente mirou alvos diferentes. No ano passado, os EUA atacaram aviões que distribuíam
Iêmen tem 1 milhão de pessoas com suspeita de cólera

Iêmen tem 1 milhão de pessoas com suspeita de cólera

9 - Gerais/MD, Módulos, Notícias, Saúde
País está em guerra há mais de 2 anos. População enfrenta escassez de alimentos e de água limpa. Os casos de suspeita de cólera, país em guerra há mais de dois anos, chegaram a um milhão, de acordo com o Comitê Internacional da Cruz Vermelha. Mais de 80% dos habitantes enfrentam escassez de alimentos, de água limpa e de acesso a serviços básicos de saúde. "Isso amplifica o sofrimento de uma nação imersa em uma guerra brutal", postou o perfil da instituição no Twitter. Transmitida por uma bactéria, a infecção é altamente contagiosa e pode matar em menos de 24 horas, segundo a BBC. A doença causa diarreia, vômitos, dores abdominais e perda de grande quantidade de líquido. Apesar disso, o tratamento é simples: baseia-se, na maioria dos casos, em terapia de reidratação oral. A Or
Hamas convoca nova intifada após anúncio de Trump sobre Jerusalém; Cisjordânia já registra confrontos

Hamas convoca nova intifada após anúncio de Trump sobre Jerusalém; Cisjordânia já registra confrontos

9 - Gerais/MD, Gerais, Módulos, Notícias
Presidente americano reconheceu a cidade como capital israelense, apesar dos apelos da comunidade internacional para não fazê-lo. Jornal local contabiliza ao menos oito feridos; rede CNN fala em 43. Hamas, movimento islâmico com atuação política e um braço armado, convocou uma nova Intifada nesta quinta-feira (7), um dia depois de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconhecer Jerusalém como capital de Israel. A Intifada é o termo utilizado para fazer referência à revolta palestina contra a política de expansão do governo de Israel. "Devemos convocar e devemos trabalhar no lançamento de uma Intifada diante do inimigo sionista", disse o líder do Hamas, Ismail Haniyeh, em discurso em Gaza. Vários grupos palestinos também convocaram uma greve geral em protesto. Após o
Envio de caças americanos para a Coreia do Sul aumenta a tensão

Envio de caças americanos para a Coreia do Sul aumenta a tensão

9 - Gerais/MD, Gerais, Módulos, Notícias
Aviões participarão de exercícios militares; Pyongyang ameaça ‘guerra nuclear’. As tensões na Península Coreana escalaram neste fim de semana com o desembarque de modernos caças americanos para exercícios conjuntos com forças sul-coreanas. Em comentário publicado no jornal estatal “Rodong Sinmun”, Pyongyang classificou a movimentação militar planejada para esta semana como uma “provocação perigosa” que leva a região para a “beira de uma guerra nuclear”. Um oficial da Coreia do Sul confirmou à CNN que os EUA estão enviando dezenas de caças de última geração, indetectáveis por sistemas de radar, além de bombardeiros e aviões de apoio. Os exercícios irão reunir cerca de 230 aeronaves e 12 mil militares americanos e sul-coreanos, segundo comunicado divulgado pela Força Aérea americana. —
Ex-líder bósnio-croata diz ter se envenenado após condenação por crimes de guerra

Ex-líder bósnio-croata diz ter se envenenado após condenação por crimes de guerra

9 - Gerais/MD, Gerais, Módulos, Notícias
Em seu último dia, Tribunal Internacional para ex-Iugoslávia em Haia suspende sessão. O ex-líder bósnio-croata Slobodan Praljak disse ter se envenenado nesta quarta-feira ao ouvir sua sentença por ter cometido crimes de guerra no Tribunal Penal Internacional para a ex-Iugoslávia. A sessão foi suspensa no último dia de atividades do tribunal especial, que foi criado para julgar os envolvidos na Guerra da Bósnia (1992-1995) em Haia e será formalmente encerrado no mês que vem. Condenado a 20 anos de prisão em 2013, o réu havia apelado da pena, mas não obteve sucesso no recurso. Segundo a rede BBC, após ouvir sua sentença, Praljak, de 72 anos, elevou a mão à boca e aparentemente engoliu um líquido, que estava dentro de um pequeno recipiente. Em seguida, teria gritado ao juíz: — Eu acabei
© 1999-2018 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA
WhatsApp chat