12 Estados tem aumento na taxa de desemprego no 1º trimestre, aponta IBGE

Compartilhar

A taxa de desocupação cresceu em 12 das 27 unidades da Federação no primeiro trimestre de 2020 em relação ao quarto trimestre de 2019. Nas demais, o resultado foi considerado estatisticamente estável, de acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgados nesta sexta-feira, 15, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A taxa de desocupação no total do País no primeiro trimestre foi de 12,2%, ante 11,0% no quarto trimestre de 2019. No primeiro trimestre do ano passado, a taxa de desocupação era de 12,7%.

Informalidade

O Pará tinha maior taxa de informalidade no primeiro trimestre de 2020, 61,4%. O segundo mercado de trabalho mais informal foi o do Maranhão, com 61,2%.

A taxa de informalidade para a média do Brasil ficou em 39,9% no primeiro trimestre, o equivalente a 36,8 milhões de trabalhadores ocupados nessa condição. O Estado com a menor taxa de informalidade foi Santa Catarina (26,6%), seguido pelo Distrito Federal (29,8%). No Estado de São Paulo, a taxa de informalidade média foi de 30,5% no primeiro trimestre do ano.

Desigualdade de gênero

A taxa de desemprego entre as mulheres brasileiras foi de 14,5% no primeiro trimestre do ano, 39,4% superior à taxa de desocupação de 10,4% dos homens, segundo o IBGE. “Essa diferença (entre homens e mulheres) já foi muito maior, de 64,5% no início da série, veio caindo, chegou a 27,6% em 2017, e veio aumentando até agora”, disse Adriana Beringuy, analista da Coordenação de Trabalho e Renda do IBGE. O nível da ocupação dos homens foi estimado em 63,5% no primeiro trimestre, enquanto o das mulheres ficou em 44,5%.

 

 

Fonte: TERRA

Faça seu comentário usando o Facebook

One thought on “12 Estados tem aumento na taxa de desemprego no 1º trimestre, aponta IBGE

Comments are closed.