Onda Sul FM

Água escura e espuma: vereadores apontam mais uma irregularidade no tratamento de esgoto em Carmo

Na manhã de terça-feira, 26, Juliano Alves da Silva e Sandro Deoclécio de Oliveira apontaram mais uma irregularidade no tratamento de esgoto de Carmo do Rio Claro. Está sendo lançada na água, saindo pela tubulação da ETE (estação de tratamento de esgoto), oferecido pela Copasa, uma espécie de líquido escuro e espumoso que provavelmente são resíduos de esgoto.

Os vereadores responsáveis pela denúncia junto com a Polícia Ambiental vão notificar o Ministério Público, para que o problema seja resolvido. Toda essa água está sendo despejada no Lago de Furnas, causando por exemplo, no local conhecido como “Barrinha”, entre outros locais, a mortandade de peixes e outros problemas.

Ao entrarem em contato com o encarregado de sistema da Copasa, Edvar José da Silva, que informou ao veículo de comunicação TV Onda Sul, que a empresa Copasa ainda se pronunciará sobre o assunto.

Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2019 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA