Alpinópolis adere ao ‘Minas Consciente’ e reabre parte do comércio

Compartilhar

Após um período de dez dias, quando foram adotadas normas rígidas deixando grande parte do comércio sem funcionar, a Prefeitura de Alpinópolis aderiu ao programa “Minas Consciente”, do governo estadual, que visa auxiliar na retomada gradual das atividades econômicas. A informação foi divulgada na sexta-feira (31) pelas redes sociais da administração local. Essas regras permanecerão válidas até a próxima quinta-feira (06), quando será feita uma nova atualização.

Segundo a prefeitura, o município escolheu, entre as duas opções que tinha, aderir ao “Minas Consciente”, que seria o mais flexível dos programas estabelecidos, por força de uma decisão judicial, pelo governo estadual.

Alpinópolis está na segunda fase do programa, a chamada “Onda Amarela”. Assim, o Decreto 4061/2020, que passa a valer a partir de 1º de agosto, normatiza as atividades que poderão ser exercidas no âmbito municipal.

De acordo com o decreto, ficam permitidas as seguintes atividades:

Supermercados e mercearias
Comércio de bebidas (sem consumo no local de venda)
Bares (somente para retirada no local e delivery)
Restaurantes, lanchonetes, sorveterias e similares (somente retirada no local e delivery)
Restaurantes às margens de rodovias
Serviço ambulante de alimentação
Padarias e confeitarias (sem consumo no local de venda)
Comércio em geral
Prestação de serviços em geral
Cabeleireiros e clínicas de estética
Agências bancárias
Construção civil
Autoescolas
Templos de qualquer natureza (com 20% da capacidade)

Continuam proibidas as seguintes atividades:

Academias
Clubes
Setores de decoração, design e paisagismo
Agências de viagens e operadores de turismo
Aluguel de vestuário, joias, móveis, utensílios, instrumentos musicais
Produção teatral, musical, espetáculos e similares
Feiras, congressos, exposições e festas
Filmagens de festas e eventos
Serviços de tatuagem e colocação de piercing

PROGRAMA MINAS CONSCIENTE

O “Minas Consciente” sugere a retomada gradual de comércio, serviços e outros setores, através de adoção de um sistema de critérios e protocolos sanitários, que garantam a segurança da população. O plano setoriza as atividades econômicas em quatro “ondas” (onda verde – serviços essenciais; onda branca – primeira fase; onda amarela – segunda fase; onda vermelha – terceira fase), a serem liberadas para funcionamento de forma progressiva, conforme indicadores de capacidade assistencial e de propagação da Covid-19.

ORIENTAÇÕES ESPECÍFICAS

Conforme o decreto, são deveres da Prefeitura de Alpinópolis:

O respeito e o cumprimento das diretrizes do Plano “Minas Consciente”;
A fiscalização dos estabelecimentos no âmbito municipal;
Observação e divulgação de eventuais alterações, atualizações e suspensões no Plano “Minas Consciente”;
Acompanhar o cenário epidemiológico e assistencial da Covid-19 analisados pela Secretaria Municipal de Saúde.
O documento determina, também, que são deveres do empresário individual e da sociedade empresária respeitar as seguintes condições para retomar a atividade comercial:

Estar ciente das condições e diretrizes do Plano “Minas Consciente”;
Implementar e manter todos os procedimentos e protocolos gerais e específicos aplicáveis ao estabelecimento;
Garantir as regras de postura pelos clientes e pelos empregados ou similares dentro do estabelecimento;
Manter fixado na entrada do estabelecimento, de forma visível e legível, a relação de procedimentos previstos no protocolo respectivo ao seu segmento ou atividade.

COVID-19 EM ALPINÓPOLIS

No último boletim epidemiológico emitido pelo Departamento Municipal de Saúde de Alpinópolis, divulgado na sexta-feira (31), comunicou a existência de mais seis casos confirmados de covid-19 na cidade.

Alpinópolis conta, agora, com 47 casos confirmados, dos quais um está em tratamento hospitalar, 25 em isolamento domiciliar e 17 já se encontram recuperados. Os outros quatro são relativos às mortes causadas pelo novo coronavírus no município. Há ainda a informação de que outros dois óbitos, que eram investigados por suspeita de terem sido causados pela doença, foram descartados após realização de exames clínicos.

Um gráfico, elaborado pela Prefeitura de Alpinópolis, mostra a curva de crescimento de casos na cidade. Segundo os indicadores, a evolução da doença acontece de forma acentuada, principalmente nos últimos dias.

 

 

Fonte: Tribuna Alpina

Faça seu comentário usando o Facebook

One thought on “Alpinópolis adere ao ‘Minas Consciente’ e reabre parte do comércio

Comments are closed.