Após exames, suspeita de coronavírus de paciente de BH é descartada

Compartilhar

O caso suspeito de coronavírus em Belo Horizonte foi descartado pelo Ministério Saúde, na tarde desta sexta-feira, 31. Trata-se de uma mulher de 22 anos que está internada, desde terça-feira, 28, no Hospital Eduardo de Menezes com sintomas parecidos aos da virose. Ela esteve em Wuhan, província da China onde apareceram os primeiros casos. No Brasil, 12 casos estão sob investigação.

O descarte da suspeita em BH foi feito pelo secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, em coletiva de imprensa realizada na tarde desta sexta.

“Foi feito um exame nesse paciente com três técnicas diferentes, dessas mais sofisticadas. As três deram resultado negativo, então a gente está descartando esse caso. Essa informação recebemos agora, e ela será atualizada no relatório de amanhã”, adiantou o secretário.

No entanto, no balanço divulgado pela pasta na mesma coletiva ainda constam 13 casos suspeitos no país, sendo que o de Belo Horizonte ainda é contabilizado no relatório.

De acordo com Reis, esse número será atualizado no próximo balanço a ser divulgado neste sábado, 1º.

“Estamos adiantando uma informação para vocês. O balanço de hoje foi feito com informações de até 12h. São 13 casos. Amanhã (sábado), certamente esse número vai ser atualizado.”, afirmou.

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES) informou por nota que aguarda a chegada de um laudo oficial por parte do Ministério da Saúde a respeito do caso.

Em comparação ao relatório de quinta-feira, 30, o balanço divulgado nesta sexta apresenta mais seis casos novos e três casos descartados.

Os casos suspeitos estão distribuídos em cinco estados. São eles: Ceará (1), Paraná (1), Rio Grande do Sul (2), Santa Catarina (1) e São Paulo (7).

No relatório anterior, constavam casos suspeitos no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, mas esses foram descartados pela área técnica da saúde.

A maioria dos casos confirmados estão na China. Em todo mundo, 9,9 mil pessoas estão infectadas, sendo que 99% dos doentes estão no país asiático, onde o número de morte já ultrapassa 200, conforme balanço atualizado por autoridades chinesas.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou estado de emergência global em razão da disseminação do vírus. A contaminação já foi detectada em em 26 países pelo mundo.

 

 

Fonte: O Tempo
Faça seu comentário usando o Facebook
PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com