Onda Sul FM

Após mortes, Secretaria de Saúde descarta surto de doença em Poços de Caldas

Após a morte de um bebê de nove meses de meningite em Poços de Caldas nesta terça-feira, 19, um alerta foi visto sobre os casos na cidade. A primeira morte este ano em Poços de Caldas por meningite foi em fevereiro, de um homem de 25 anos. Apesar dos casos, a secretaria de saúde descarta um surto da doença no município.

O bebê estava internado desde o último sábado, 16. Segundo o setor de saúde, ele tinha sido vacinado contra a meningite C, que está disponível nos postos da rede pública e não frequentava nenhuma escola.

Em nota, a prefeitura informou que todas as medidas de quiroprofilaxia medicamentosa foram tomadas. Ou seja, quem teve contato direto com as pessoas que morreram já foram medicadas.

Diante do novo caso, muitas pessoas começaram a procurar a vacina nos postos. “Não temos surto mesmo. Mas é necessária uma certa atenção, que as pessoas vejam o seu calendário vacinal, a carteirinha. Muitas pessoas não vacinaram suas crianças, então tem que procurar o postinho pra vacinar“, explica o infectologista Mário Krugner.

No caso do adulto que morreu com a doença, o médico explica que foi uma situação diferente. “Era um adulto jovem. Foi uma meningoencefalite, causada por um germe nada parecido com o germe envolvido nesse caso agora“.

Segundo o médico, a transmissão acontece por gotículas – tosse, espirro, em ambientes fechados, compartilhamento de utensílios contaminados. Os sintomas incluem febre, irritabilidade, sonolência, rigidez de nuca e vômito.

A prefeitura informou que a cobertura vacinal da meningite na cidade de crianças até um ano foi de 81%. A vacina está disponível na rede pública em 18 postos, que funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30.

Faça seu comentário usando o Facebook

One Comment

Comments are closed.

© 1999-2020 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA