Artesanato mineiro terá divulgação em catálogo digital

Compartilhar

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede) apoiou o Sebrae Minas na construção e lançamento da 7ª edição do Catálogo de Artesanato Minas Gerais. A ação busca dar maior visibilidade aos produtos desenvolvidos no estado, além de incentivar a divulgação e comercialização das peças.

Este ano será a primeira vez que o documento é disponibilizado em versão on-line. Ele está dividido na temática de decoração e utilitário. O novo formato facilita o acesso de lojistas, decoradores e arquitetos.

A publicação traz 212 peças utilitárias e decorativas feitas por 150 artesãos de 70 municípios mineiros. Os produtos que ilustram o catálogo foram identificados pelo tipo de matéria-prima: têxtil, fibra, madeira e mineral.

O catálogo, desenvolvido com participação da Diretoria de Artesanato da Sede, é um instrumento permanente de promoção do artesanato mineiro, reconhecido pela sua originalidade, tradição, identidade cultural e qualidade.

Clique aqui para conferir o catálogo.

Referência

Com variação cultural de técnicas e matéria-prima, o artesanato mineiro é referência em todo o Brasil. A divulgação do Catálogo de Artesanato Minas Gerais é uma espécie de vitrine, servindo de instrumento de conexão com o mercado.

Para o diretor de Artesanato da Sede, Thiago Tomaz, o catálogo é uma importante ferramenta para o fomento das vendas e ampliação de mercado. “O nosso trabalho é sempre apoiar o artesão, mostrando suas técnicas e prospectando novas vendas”, observa. A iniciativa do Sebrae, segundo ele, “vai ao encontro da política que o Governo de Minas Gerais executa, reafirmando o potencial econômico da nossa cultura e das nossas riquezas”, afirma.

A seleção das peças para o conteúdo do catálogo foi realizada por meio de uma curadoria, seguindo os critérios de referência identitária e cultural, originalidade, qualidade, domínio técnico, inovação e utilização e aproveitamento consciente de matérias-primas locais. As peças escolhidas, segundo a gerente do Sebrae Minas, Priscila Lins, “sintetizam toda a riqueza do artesanato mineiro em um só lugar e ressaltam as características regionais tão determinantes no estilo do nosso artesanato”.

Novos mercados

O trabalho desenvolvido pela Diretoria de Artesanato busca novos horizontes para as artesãs mineiras neste período de pandemia. Os produtos artesanais em cerâmica, desenvolvidos nas comunidades Coqueiro Campo e Campo Alegre, em Turmalina, no Vale do Jequitinhonha, ganharam as prateleiras de todo o país.

Por meio de um empresário paulista, que conhece e admira os produtos desenvolvidos manualmente em Minas, as artesãs fecharam uma parceria e comercializaram, aproximadamente, nove mil peças para uma grande rede de varejo.

O grupo, formado por mulheres de 80 famílias, superou a crise econômica provocada pela covid-19 e bateu a marca de R$ 140 mil em vendas.

 

Fonte: Agência Minas
Faça seu comentário usando o Facebook

One thought on “Artesanato mineiro terá divulgação em catálogo digital

Comments are closed.