Aulas da rede municipal de Passos são suspensas pelo segundo dia e atinge 9 mil alunos

Compartilhar

A prefeitura de Passos suspendeu pelo segundo dia consecutivo as aulas da rede municipal para cerca de 9 mil alunos. O motivo é a greve de funcionários de uma empresa terceirizada que presta serviços para a prefeitura. Sendo por reclamações de falta de pagamento e vale-alimentação.

A decisão de mais um dia sem aulas nas escolas municipais foi anunciada pela Secretaria de Educação. A administração municipal informou que compreende a situação dos funcionários, mas que, por decisão judicial, está impedida de fazer pagamentos à empresa.
Os trabalhadores entraram em greve no dia 12 de junho, após atrasos no pagamento. A empresa foi alvo da Operação Sacripanta, que apurou fraudes em contratos de empresas terceirizadas com o município.

Além das escolas, os funcionários da empresa trabalham em setores como limpeza da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e no matadouro municipal. A prefeitura informou que trabalha para que a situação seja normalizada.

Segundo o advogado do sindicato que representa a categoria, Rogério Chaves de Melo, os salários ainda não haviam caído nas contas dos funcionários, mas a expectativa é que o pagamento seja feito hoje (26/06). Após o pagamento, o sindicato deve decidir se a greve termina. O advogado também informou que tenta uma reunião entre representantes da empresa e a prefeitura para tentar encontrar uma solução.

Foto: Helder Almeida
Faça seu comentário usando o Facebook