Boi gordo sobe até R$ 2 em boa parte do país

Compartilhar

Os preços do boi gordo voltaram a subir na maioria das regiões de produção e comercialização nesta segunda-feira, 29.  A demanda chinesa segue como um elemento preponderante para justificar todo esse comportamento, com o país asiático ainda tentando compensar o déficit proteico provocado pela peste suína africana. Segundo o analista da Safras Fernando Henrique Iglesias, a oferta de animais terminados permanece restrita em um ambiente de negócios pautado por um grande volume de embarques.

A oferta de animais terminados permanece restrita em um ambiente de negócios pautado por um grande volume de embarques.

Na capital de São Paulo, os preços do mercado à vista permaneceram em R$ 217. Em Uberaba (MG), passaram de R$ 209 para R$ 211. Em Dourados (MS), subiram de R$ 206 para R$ 207. Em Goiânia (GO), foram de R$ 209 para R$ 210. Já em Cuiabá (MT), passaram de R$ 188 para R$ 190.

Atacado
No mercado atacadista, os preços da carne bovina seguem firmes. Segundo Iglesias, a demanda doméstica apresenta alguns avanços com o relaxamento da quarentena em determinadas regiões do país. No entanto, é relevante destacar que a demanda ainda está distante do patamar anterior à pandemia.

A ponta de agulha ficou em R$ 11,85 o quilo. O corte dianteiro permaneceu em R$ 12,55 o quilo, e o corte traseiro continuou em R$ 13,75 o quilo.

Faça seu comentário usando o Facebook

One thought on “Boi gordo sobe até R$ 2 em boa parte do país

Comments are closed.