Brasil passa de 130 mil e registra mais 899 mortes por covid 19

Compartilhar

O Brasil contabilizou média móvel de 699 mortes causadas pela covid-19 nesta sexta-feira, 11, um pequeno aumento em relação ao dia anterior. O Estado do Piauí não informou novos dados. A média móvel registra as oscilações dos últimos sete dias e elimina distorções entre um número alto de meio de semana e baixo de fim de semana.

Nas últimas 24 horas, o País teve 44.215 novos casos, o que elevou o total para 4.283.978 brasileiros contaminados, além de 899 novos óbitos. Ao todo são 130.474 pessoas que perderam a vida devido ao coronavírus. Os dados são do consórcio dos veículos de imprensa, formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL, feito em conjunto com as secretarias estaduais de Saúde.

De acordo com balanço mais recente do Ministério da Saúde, desta sexta às 18h45, 3.530.655 pessoas se curaram da doença e outras 621.113 seguem em acompanhamento.

O Estado de São Paulo, o mais atingido pela covid-19 no País, contabilizou um total de 882.809 infecções diagnosticadas e 32.338 mortes desde o começo da pandemia. Em coletiva de imprensa nesta sexta, o governo do Estado divulgou o novo mapa da quarentena e todas as regiões já estão na fase amarela. Franca e Ribeirão Preto, que eram as únicas regiões que estavam na fase laranja, passaram para essa nova etapa.

Parceria

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde o dia 8 de junho, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal. De forma inédita, a iniciativa foi uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia e se manteve mesmo após a manutenção dos registros governamentais.

Segundo o Ministério da Saúde, 43.718 casos de infecção pela covid-19 foram registrados nas últimas 24 horas, além de 874 óbitos. No total, 4.282.164 pessoas se infectaram e 130.396 faleceram por conta da doença. Os números diferem dos compilados pelo consórcio de veículos de imprensa principalmente por causa do horário de coleta dos dados.

 

Fonte:TERRA

Faça seu comentário usando o Facebook