Brasil precisa de mais 4 milhões de doses para vacinar seus trabalhadores de saúde

Compartilhar

Lembra daquela história de que os profissionais de saúde eram prioridade na vacinação contra a Covid-19? Pois é. Pode até ser verdade, mas mesmo esses trabalhadores terão que esperar muito tempo para receber a imunização.

De acordo com os dados do próprio Ministério da Saúde, o Brasil tem hoje 6 milhões de doses da vacina contra a Covid-19. Todas são da CoronaVac. Isso dá para imunizar 3 milhões de pessoas. Isso porque cada pessoa precisa de duas doses para se imunizar.

Segundo dados da Rede de Pesquisa Solidária, o Brasil tem hoje cerca de 5 milhões de trabalhadores da área da saúde. Assim, o Brasil precisaria de 10 milhões de doses para vacinar todos eles nesta pandemia.

O Governo Federal já comprou 2 milhões de doses da vacina da Oxford. É a vacina da Astrazenica em parceria com a Fiocruz. Mas essas doses estão na Índia. Não há previsão de data para que elas cheguem em solo nacional.

Mas mesmo quando chegarem, o Brasil terá posse de 8 milhões de doses no total. Assim, ainda não terá como vacinar todos esses trabalhadores. Principalmente porque os estados não estão vacinando apenas os profissionais de saúde. Alguns idosos, quilombolas e indígenas também estão nessa fase de prioridade.

Trabalhadores da saúde
Especialistas afirmam que a vacinação dos profissionais de saúde é extremamente importante. É que quando receberem a imunização, esses profissionais adoecerão bem menos. Assim, eles terão capacidade de atendimento maior.

É a mesma lógica, aliás, para os professores. Eles pedem pelo recebimento rápido das doses porque a imunização desses profissionais pode ajudar em um retorno presencial mais seguro nas escolas do Brasil. Mas agora eles precisam lidar com o fato de que não há vacina para todo mundo.

 

Fonte: Brasil123
Faça seu comentário usando o Facebook

One thought on “Brasil precisa de mais 4 milhões de doses para vacinar seus trabalhadores de saúde

Comments are closed.