Brasil registra 622 mortes por covid e supera 161 mil

Compartilhar

O Brasil registrou nesta quarta-feira (4) 23.815 novos casos e 622 novos óbitos. No total são 5.590.941 pessoas infectadas e 161.170 mortas em decorrência do novo coronavírus desde o início da pandemia. Os dados são do consórcio dos veículos de imprensa, formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL, e feito em parceria com as secretarias estaduais de saúde. Já o balanço do Ministério da Saúde mostra que 5.064.344 pessoas estão recuperadas e outras 364.575 seguem em acompanhamento.

A média móvel diária de mortes pela covid-19 foi de 384 nesta quarta-feira, 4. A média móvel registra as oscilações dos últimos sete dias e elimina distorções entre um número alto de meio de semana e baixo de fim de semana. O estado Amapá não enviou nova atualização dos dados devido a um apagão elétrico.

O Ministério da Saúde.registrou, mais cedo, 610 novos óbitos em decorrência da covid-19, o que eleva o total de mortes pela doença no país a 161.106.Também foram notificados 23.976 novos casos da doença provocada pelo coronavírus, com o total de infecções confirmadas no país atingindo 5.590.025, segundo dados da pasta.

As contagens diárias no Brasil voltam a um patamar mais elevado após três dias com dados abaixo da média, já que, além de domingo e segunda, quando os números tendem a ser mais baixos em função de um represamento de testes nos finais de semana, também houve feriado nacional na segunda, o que impactou, consequentemente, nos dados de terça-feira.

O Brasil é o segundo país com maior número de mortes por coronavírus no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, e o terceiro em casos, abaixo dos EUA e da Índia.

Apesar disso, nas últimas semanas a pandemia tem desacelerado no Brasil em relação ao pico atingido no final de julho, quando chegaram a ser computados mais de 50 mil casos novos e mais de 1 mil óbitos a cada dia.

 

 

Fonte: Terra

Faça seu comentário usando o Facebook

One thought on “Brasil registra 622 mortes por covid e supera 161 mil

Comments are closed.