Casos de Covid-19 continuam aumentando em Paraíso

Compartilhar

São Sebastião do Paraíso está seguindo a tendência de alta nos números de internações hospitalares por pacientes com Covid-19, situação igual as registradas em Minas Gerais e também no Brasil. No início da semana eram 22 as pessoas internadas para tratamento da doença e na sexta-feira,26, havia 32 hospitalizados na Enfermaria e na UTI Covid, da Santa Casa de Misericórdia. Outro número apresentado no Boletim Epidemiológico divulgado pela Prefeitura são os 1.500 casos de recuperados que tiveram os exames laboratoriais descartados.

De acordo com o balanço apresentado na sexta-feira,26, Paraíso registrou 20 novas notificações o que elevou o total deste item para 9.327. Entre os casos confirmados surgiram mais seis e o total passou para 2.831. Já as ocorrências tidas como de internação hospitalar são 14 confirmados, além de outros 18 que estão em isolamento domiciliar com confirmação e que apresentam sintomas leves da doença.

Há ainda outros 141 casos suspeitos de pessoas que se encontram em isolamento domiciliar sendo monitoradas pelas equipes da Vigilância.

A cidade também mantém a média de praticamente 36 horas sem nenhum registro de óbito ocasionado por Covid, tendo estacionado os registros de morte em 96. Os óbitos descartados são 52 e não nenhum caso sendo investigado. A última morte registrada apareceu no boletim divulgado pelo município na quarta-feira.

Outro indicativo apresentado refere-se ao de recuperados que tiveram o diagnóstico para Covid-19 descartado. Eles somam 1.500 casos. Já a quantidade de casos descartados ficou em 1.552 e os de recuperados somam 2703.

As internações hospitalares vêm chamando a atenção com números crescentes ao longo da semana. Na segunda eram 22 pacientes hospitalizados e depois passou para 25 na terça. Na quinta-feira subiu para 29 internados e fechou na sexta-feira, com 32 hospitalizados na Santa Casa de Misericórdia. Os números referem-se a pacientes de Paraíso e também da região atendidos pela referência do hospital.

A Enfermaria chegou a 55,31% de ocupação na sexta-feira, com 26 leitos ocupados do total de 47 disponibilizados. Deste total 18 são pacientes paraisenses. Já na UTI Covid, 30% dos 20 leitos disponíveis estão sendo utilizados. São seis pessoas internadas, sendo duas de outras cidades da região. Juntas as duas alas têm 32 pacientes que estão sendo acompanhados.

Aumentando
Um salto nas infecções por Covid-19 poderá ocorrer em Minas nas próximas semanas devido às aglomerações provocadas durante o Carnaval, a exemplo do que ocorreu nas comemorações de fim de ano. Pelo menos é o que acreditam infectologistas. Apesar da folia não ter ocorrido nas ruas, muita gente se reuniu dentro de casa, viajou e até celebrou em festas clandestinas.

Após o Natal e o Réveillon, o número de pessoas com coronavírus cresceu consideravelmente em janeiro e no início desse mês no Estado, que já tem mais de 816 mil casos e 17 mil mortos pelo novo coronavírus. Com o mais recente feriado prolongado, a consequência pode ser a mesma daqui 15 dias. Não bastasse o temor de mais doentes, o contágio pode envolver a nova cepa da enfermidade, a P1, de Manaus.

Em várias regiões do País a situação vem se agravando com o crescimento dos índices de internação hospitalar. Já casos em algumas cidades onde há falta de leitos o que vem preocupando as autoridades de saúde, uma vez que esta situação tende a aumentar podendo provocar o colapso em vários lugares.

Fonte: Jornal Sudoeste

Faça seu comentário usando o Facebook
PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com