Cidades entorno do Lago de Furnas e do Parque Nacional da Serra da Canastra, proibe turismo

Compartilhar

Seis prefeituras que ficam no entorno do Parque Nacional da Serra da Canastra e do Lago de Furnas decidiram, a partir desta segunda-feira (06), em uma medida conjunta, proibir que hotéis e pousadas recebam turistas. Somente hóspedes corporativos podem fazer reservas. A proibição vale por três semanas.

A decisão de restringir o turismo foi tomada por causa do avanço do coronavírus e do aumento da taxa de ocupação dos leitos hospitalares na região. No decreto da Prefeitura de Capitólio, um dos artigos determina a proibição do funcionamento de bares e restaurantes flutuantes do Lago de Furnas.

Já a Prefeitura de São Roque de Minas, principal acesso ao Parque da Serra da Canastra, proibiu as atividades ligadas ao turismo, inclusive as visitas às fazendas que produzem queijo. Em todas as cidades da região os restaurantes só podem fazer entregas de alimentos,

Retomada dos voos
A companhia Azul decidiu retomar os voos de Governador Valadares, no Leste do estado, para Belo Horizonte, a partir de 3 de agosto. Já os voos de Juiz de Fora (Zona da Mata) para Campinas voltarão a ser operados em 17 de agosto. Já a VoePass, antiga Passaredo, voltará a operar em Uberlândia no dia 31 de julho.

Fonte: BHAZ
Faça seu comentário usando o Facebook