Classe artística faz carta aberta à PMP

Compartilhar

Pessoas do ramo que proporciona entretenimento culturais, como astistas de teatro, dança, circo, música, cineastas, técnicos e gestores da cultura na cidade de Passos, se mobilizaram para evitar um colapso do setor no município.

A carta pública foi postada no sábado, às 18 horas, com o intuito de receber assinaturas na comunidade de
petições www.secure.avaaz. org e, até a tarde desta segunda- feira, tinha conseguido mais de 500 assinaturas.

Segundo o documento, a medida emergencial tem como permissão que a classe tenha um meio de sobrevivência por conta da pandemia do novo coronavírus, no qual trouxe muitas dificuldade no meio artístico.

A carta tem como objetivo, solicitar oportunidade para os profissionais da área consigam renumeração por produzirem conteúdo para o setor.“A ação que propomos não resolve as deficiências das políticas públicas, mas
contribui para sanar, emergencialmente, a situação calamitosa de trabalhadores. Para tanto, solicitamos
0,1% da arrecadação municipal anual para a imediata operacionalização do Fundo Municipal de Cultura,
que existe, porém não funciona. Esse valor deverá contemplar editais, em caráter de urgência, para que
os artistas sejam beneficiados”, dizem.

Fonte: Folha da Manhã
Faça seu comentário usando o Facebook