CNI e Caixa firmam acordo de crédito para micro e pequenas empresas

Compartilhar

A CNI (Confederação Nacional da Indústria) e Caixa Econômica Federal firmaram um acordo para facilitar o acesso a crédito a micro e pequenas empresas atendidas pelo NAC (Núcleo de Acesso ao Crédito). De acordo com a CNI, a parceria prevê redução dos juros de até 28% se comparada à taxa balcão.

Além da redução da taxa, a parceria também prevê atendimento diferenciado, possibilidade de carência e até 60 meses para pagamento. O dinheiro pode ser usado tanto para capital de giro, como para aquisição de máquinas e equipamentos.

Veja as três principais linhas de crédito da parceria:

– Capital de giro pós-fixada, destinada a empresas com faturamento anual fiscal superior a R$ 360 mil, com juros a partir de 0,83% ao mês mais TR, prazo de até 60 meses e carência automática de 3 meses;

– Capital de giro pré-fixada, voltada a MPEs com juros a partir de 1,19% ao mês, prazo de 48 meses e carência automática de 3 meses;

– BDC – Bens de Consumo Duráveis com taxa pós fixada, com juros a partir de 0,92% a.m, prazo de até 60 meses e até 06 meses de carência.

O gerente executivo de Política Industrial da CNI, João Emilio Gonçalves, afirma que “em um momento de demanda retraída e fluxo de caixa comprometido em função da crise gerada pandemia do novo coronavírus, oferecer crédito com condições diferenciadas é, sem sombra de dúvidas, fundamental para a preservação de empregos e para a sobrevivência de diversas micro e pequenas empresas”.

Para ajudar o empresário a escolher qual a melhor opção, a CNI fez uma série de cartilhas que estão disponíveis gratuitamente.

 

Fonte: R7
Faça seu comentário usando o Facebook