Com alta em Nova York, preço do café dispara no Brasil

Compartilhar

A forte alta de Nova York motivou os negociadores no mercado brasileiro de café na última terça-feira, 23. Os preços
subiram na maioria das regiões e a movimentação se mostrou mais ativa.

“O mercado vem antecipando a quebra de safra para 2021, Além disso, a alta do petróleo ajudou na valorização do café no mercado internacional”, destaca Gil Barabach, consultor da Safras & Mercado.

Nesta terça, os compradores seguem agressivos. Já os vendedores, que estavam retraídos, apareceram mais e garantiram a melhora no ritmo da comercialização.

No sul de Minas Gerais, o café arábica bebida boa com 15% de catação terminou o dia em R$ 715/720 a saca, com alta de R$ 5. No cerrado mineiro, arábica bebida dura com 15% de catação teve preço de R$ 720/725, contra R$ 705/710.

Já o café arábica “rio” tipo 7 na Zona da Mata de Minas Gerais, com 20% de catação, teve preço de R$ 500/505 a saca, inalterado. O conilon tipo 7 em Vitória, Espírito Santo, subiu de R$ 435/440 a saca para R$ 445/450.

Fonte: Canal Rural
Faça seu comentário usando o Facebook
PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com