Onda Sul FM

Confira mais informações sobre o caso “tragédia do parque”, sequência de mortes em Guaxupé

Durante a noite de quinta-feira (3), uma sequência de assassinatos aconteceu em Guaxupé, no caso que ficou conhecido como “tragédia do parque”.

As vítimas identificadas como Emerson, seu filho Felipe e a esposa Eliete foram mortos a tiros pelo então vizinho, Paulo Roberto da Silva, o qual suicidou após a sequência de disparos. A família foi surpreendida pelo vizinho, que mora duas casas abaixo, com vários tiros a queima roupa. Os três chegavam em casa, que fica no Parque dos Municípios em um carro, modelo Fiat Strada, cor chumbo quando toda a ação aconteceu.

Devido a sequência de tiros, Emerson, condutor do veículo morreu ainda no local. Já Eliete e o filho Felipe foram socorridos mas também não resistiram aos ferimentos e morreram pouco tempo depois de serem hospitalizados na Santa Casa.

Logo após o ataque, o autor retornou em direção a sua casa e nesse momento suicidou-se com um tiro na cabeça. A tragédia foi testemunhada por pessoas que caminhavam próximo ao local, os quais acionaram a Polícia Militar. No local, as autoridades averiguaram toda a situação e ainda prestaram socorro aos feridos. Além da polícia, uma equipe do Samu e do Corpo de Bombeiros também estiveram no local. Agora as autoridades militares e civis investigam as causas que poderiam ter causado a tragédia.

Por fim, nesta sexta-feira, 4, o prefeito de Guaxupé, Jarbas Correa Filho decretou luto oficial e não haverá aula no Cieg, onde Felipe estudava e era querido por todos. O garoto, de apenas 10 anos, havia sido recentemente premiado por aptidão em área da Ciência e ingressaria como “bombeiro mirim” no próximo mês.

Foto: Reprodução TV Sudoeste via Redes Sociais
Foto: Reprodução Alterosa na Web via Redes Sociais
Foto: Reprodução Alterosa na Web via Redes Sociais
Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2019 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA