Covid-19: mais mortes na região

Compartilhar

Mais duas mortes por complicações da covid-19 foram confirmadas em São Sebastião do Paraíso na tarde de ontem, 10. As duas vítimas eram mulheres idosas. Desde o início da pandemia, o município já registrou seis óbitos causados pelo novo coronavírus. As vítimas tinham mais de 70 anos e estavam internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa. As idosas foram sepultadas no cemitério municipal na tarde de segunda-feira.

Ontem também foram divulgadas novas mortes em Carmo do Rio Claro e em Piumhi. No Carmo, o número de óbitos passou de dois para três e, em Piumhi, de quatro para cinco. Segundo a prefeitura do Carmo, a vítima é uma mulher, que morava na cidade e estava fazendo tratamento em São Paulo, onde morreu. Em Monte Santo de Minas, segundo a Secretaria de Estado de Saúde, foi registrado o primeiro óbito.

De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde de São Sebastião, 206 pessoas já contraíram a doença no município: 45 somente nos últimos dez dias.
A velocidade com que os casos confirmados têm aumentado no município preocupa as autoridades locais.

Em julho, Paraíso contabilizava 100 pessoas infectadas pela covid-19 e esse número dobrou em pouco mais de três semanas. Além disso, cinco idosos acabaram morrendo por complicações da doença nos últimos 30 dias.

Conforme a Secretaria de Saúde, das pessoas que contraíram o vírus em Paraíso, 175 já se recuperaram, 23 estão em isolamento domiciliar e duas permanecem internadas na Santa Casa de Misericórdia. Também segundo as últimas informações da prefeitura, 1519 casos suspeitos já foram notificados na cidade. Desses, 191 permanecem em isolamento residencial e são monitorados pela Coordenadoria de Vigilância em Saúde.

Por outro lado, o número de pacientes internados na Santa Casa de Misericórdia tem se mantido estável nos últimos dias. Até ontem, sete pessoas com sintomas da doença estavam internadas na enfermaria da ala covid do hospital, o que representa uma taxa de ocupação de quase 15% dos leitos. Desses, quatro residem em Paraíso e três são de outros municípios da microrregião.

Já na unidade de Terapia Intensiva (UTI) havia dois pacientes, sendo um deles munícipe. A taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 10%. De todo modo, a prefeitura tem reforçado em seus comunicados diários nas redes sociais que a redução do isolamento social contribui para aumentar o número de internações no município.

 

Fonte: Folha da Manhã
Faça seu comentário usando o Facebook