Covid-19: Prefeitura restringe atividades após lotação da UTI

Compartilhar

A Prefeitura de Três Corações, no Sul de Minas, restringiu atividades após um aumento expressivo de casos do novo coronavírus na cidade. Em menos de um mês, o município somou 245 casos de Covid-19 e dobrou o número de hospitalizados na Unidade Terapia Intensiva (UTI). A lotação de leitos já atingiu 100% e pacientes em estado grave podem precisar entrar na fila de espera no Hospital São Sebastião.

De acordo com a prefeitura, a cidade contabiliza 1.193 casos de Covid-19, 34 mortes em decorrência da doença e 27 hospitalizados, sendo 16 na enfermaria e 11 na UTI. São 245 testagens positivas, mais três mortes confirmadas e o dobro de pacientes internados em menos de um mês. No dia nove de novembro, o município tinha 948 registros, 31 mortes, e 14 hospitalizados com seis na UTI.

“Só na última semana, foram 65 casos novos. Foi um aumento expressivo, porque desde o início da pandemia esse foi o maior número de casos confirmados em uma semana”, diz secretária de saúde, Gilcilene Buzetti Costa Gonçalves.

Diante desse cenário, o presidente da Fundação Hospitalar São Sebastião, José Pereira da Cunha, alerta população de que pacientes com quadro grave podem ter que entrar na fila para aguardar internação. “O hospital está no limite. Uma equipe que está firme para não deixar a população na mão. Minha preocupação é que se continuar nessa velocidade que tem chegado os pacientes, nós não teremos condições de receber. O hospital está preparado e equipado para duplicar as vagas de UTI. Só não temos profissionais capacitados para contratar”, alerta.

Só na parte da manhã desta quarta-feira (9/12), 11 pacientes com síndrome gripal foram atendidos. “Nós tínhamos, há um mês, três pacientes na UTI. Hoje em dia, estamos, em média, com mais de 20 pacientes sendo atendidos no ambulatório, com possibilidade de internação. Então, são cinco pacientes internados por dia, com internação demorada. Vai chegar ao limite de não termos condições de receber mais pessoas”, completa

A diretoria do hospital precisou fazer remanejamento nas vagas de enfermaria de pessoas que aguardavam cirurgia eletivas. “A Covid-19 ainda é uma patologia sem ter certeza como vai evoluir. Hoje, o paciente pode melhorar e amanhã piorar, então, não posso retirar esse paciente da UTI sem ter a certeza do quadro clínico”, ressalta.

Novo decreto

A Prefeitura de Três Corações está em alerta e um novo decreto publicado começa a vale a partir da próxima segunda-feira (14/12). A cidade faz parte do Plano Minas Consciente e segue na onda amarela.

O documento restringe várias atividades no município. Pelo período de 10 dias, restaurantes e estabelecimentos, que atendem o público, só poderão funcionar como delivery. Eventos particulares, em salão de festas, cinemas, pontos turísticos, clubes com piscinas coletivas, prática de esportes coletivos, estão suspensos.

 

Fonte: Estado de Minas
Faça seu comentário usando o Facebook
Qual sua reação sobre o post!?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Menu
Right Menu Icon