Covid: Passos lança campanha de combate ao preconceito contra pacientes

Compartilhar

Além de lidar com o incômodos físicos causados pela Covid-19, o medo de morrer, as eventuais sequelas, os pacientes portadores do novo coronavírus precisam enfrentar outro tipo do doença: o preconceito. De acordo com a enfermeira Paula Fabiana Tavares Freitas Santos, referência municipal em epidemiologia da Prefeitura de Passos, vários são os relatos de pacientes que afirmam ter sofrido algum tipo de discriminação por terem contraído a doença, principalmente por vizinhos e colegas de trabalho. Também é comum a prefeitura receber denúncias informando que portadores do novo coronavírus voltaram a trabalhar.

Monitoramento
Paula ressalta que o medo não procede e não há motivo para pânico. “O que a população precisa entender é que o infectado só pode retornar às suas atividades habituais após o período de isolamento e com acompanhamento médico”, explica.
A enfermeira também destaca que, durante o processo de recuperação, o paciente passa por monitoramento diário, tanto pelo Programa Saúde da Família (PSF), quanto pela central de monitoramento para a Covid-19, implantada pela Secretaria de Saúde. “A partir do momento em que o munícipe é testado positivo, ele recebe um acompanhamento diário por profissionais do PSF da sua região ou da central de monitoramento, que segue todas as normas técnicas da Secretaria de Estado de Saúde. Portanto, os casos que foram diagnosticados positivos e já estão recuperados não oferecem nenhum risco à população”, reforça.

Campanha
Para tentar conscientizar as pessoas sobre os prejuízos psicológicos causados a quem já está curado, a prefeitura lançou uma campanha de combate ao preconceito. O objetivo é alertar que a discriminação pode ser um agravante a quem já sofreu as dores físicas e psíquicas causadas pela doença.

Isolamento social
Com a diminuição dos casos de Covid-19 nos grandes centros e o espraiamento do vírus pelo interior do Brasil, a prefeitura projeta para agosto e setembro um aumento no número de contaminados em Passos. Por isto, cuidados de higiene e prevenção serão fundamentais nesta fase crucial de tentar conter a disseminação do vírus.

 

Fonte: Verboaria

Faça seu comentário usando o Facebook