Cresce a procura de remédios para tratar depressão e ansiedade em Minas Gerais

Compartilhar

Cresceu o número de pacientes a procura de remédios para tratar depressão e ansiedade em Minas Gerais. A informação é de uma pesquisa coordenada pela ePharma, que atua com gerenciamento de Planos de Benefícios de Medicamentos (PBM).

O estudo mostrou que subiu 35,5% as buscas por esses remédios. Nos primeiros seis meses deste ano, 2.978 mineiros consumiram estes tipos de medicamentos, ou seja, 780 a mais se comparado com o mesmo período do ano passado, que registrou 2.198 usuários. O número já ultrapassa os dados de 2019, onde 2.565 pessoas usaram remédio deste gênero.

A pesquisa foi realizada com base em dados de beneficiários de programas empresariais de PBM do Estado.

De janeiro a junho de 2020, 13.939 caixas de remédios para tratar depressão e ansiedade foram adquiridos por pacientes em Minas, sendo em média 4,7 unidades para cada pessoa.

Fonte: Portal Amirt
Faça seu comentário usando o Facebook