Criança é agredida pelo padrasto enquanto mãe sai para trabalhar

Compartilhar

Um homem de 40 anos é procurado pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) suspeito de agredir uma criança de três anos, filho da própria namorada, nessa segunda-feira (16). O crime aconteceu em Uberaba, no Triângulo Mineiro, e as agressões denunciadas pela mãe da criança, de 32 anos, foram levadas pela Polícia Militar (PM) à delegacia de plantão do município. O menino foi encaminhado ao ambulatório pediátrico da emergência do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), onde permaneceu internado para exames.

À polícia, a mulher contou que deixou seus quatro filhos, entre eles o de três anos, sob cuidados do namorado para conseguir ir trabalhar. Ao retornar para casa, nessa segunda-feira, percebeu que o mais novo apresentava hematomas pelo corpo, com roxos, marcas de dedos e arranhões nas pernas, nas costas, nas nádegas e na costela.

Ela também notou uma certa vermelhidão na região da genitália da criança. Logo em seguida, o suspeito foi embora da residência e ela acionou os militares. Ele foi procurado no endereço apontado pela namorada, mas ninguém o encontrou.

A mulher relatou que mantém um relacionamento com o suspeito há cerca de um ano, e não sabe muitas informações sobre ele – aliás, o endereço buscado pela Polícia Militar (PM) constava num currículo que a mulher tinha em mãos do namorado. Ela não soube apresentar outras informações sobre ele.

Em seu depoimento, a mulher também relatou que há algum tempo seu filho de 11 anos lhe contou que sempre que o padrasto chegava à residência da família, o menino de três anos mudava completamente o comportamento, ficando mais calado. Ela também disse que o namorado tinha costume de dormir com a criança.

Segundo o boletim de ocorrência, o Conselho Tutelar de Uberaba foi acionado, mas não compareceu à delegacia. Mãe e filho foram deixados no hospital, onde a criança recebia atendimento médico no momento em que a ocorrência foi encerrado. O suspeito está desaparecido.

 

Fonte: O Tempo
Faça seu comentário usando o Facebook

One thought on “Criança é agredida pelo padrasto enquanto mãe sai para trabalhar

Comments are closed.