Data para implantação de nova placa Mercosul em Minas é divulgada pelo Detran

Compartilhar

A nova placa Mercosul passará a ser adotada em Minas a partir do dia 2 de março, conforme previsão do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG).

Segundo o órgão, os sistemas informatizados que irão operar o novo modelo de emplacamento e credenciamento das estampadoras já estão prontos, e todas as demais etapas serão analisadas no prazo máximo de 30 dias, estando prevista a implantação definitiva em 2 de março, conforme Portaria.

Minas e Tocantins desrespeitaram o prazo 
A implantação da placa Mercosul passou a ser obrigatória na última sexta-feira em todo o país. Apenas Minas Gerais e Tocantins desrespeitaram o prazo estipulado pelo governo. Em nota, o Detran-MG justificou o atraso da seguinte forma.
“A última norma do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) sobre a PIV, a Resolução nº 780, foi publicada no final de junho de 2019, estabelecendo que o Detran-MG refizesse todas as adequações de sistema que foram determinadas pelas resoluções anteriores, inclusive em relação ao credenciamento (das estampadoras)”.

Quando a placa Mercosul será obrigatória?
Para primeiro emplacamento do veículo, ou seja, carros zero-quilômetro; transferência de Estado ou município; em caso de mudança de categoria; e também de perda, furto, roubo ou rompimento de lacre da placa atual – com três letras e quatro números.
Quem voluntariamente quiser trocar a placa antiga pela nova, também será permitido. Fora todos estes casos, a antiga placa continua valendo, e não é obrigatória a substituição.

Preço da placa
O valor cobrado pela placa Mercosul ainda não foi estabelecido pelas fabricantes em Minas. Em outros Estados, a nova identificação tem custado, em média, R$ 115 a R$ 130.

Fonte: O Tempo
Faça seu comentário usando o Facebook