Onda Sul FM

Déficit de Minas Gerais aumenta R$ 15 bilhões, afirma Zema

O governador Romeu Zema afirmou que o déficit de Minas Gerais aumentou neste ano. Antes o valor era de R$ 115 bilhões, e agora é de R$ 130 bilhões, um aumento de R$ 15 bilhões. O governador fez a afirmação na manhã desta terça-feira (9), em entrevista. Durante a entrevista, ale ainda afirmou que Minas passa pela pior crise da história.

Caso a Reforma da Previdência não seja aprovada, de acordo com o governador, Minas Gerais vai precisar registrar sua própria reforma. Segundo Zema, estados que estão passando por uma situação crítica como Minas e o Rio de Janeiro, precisam desta aprovação para que saiam da penúria financeira.

Sendo assim, na entrevista, o governador explicou que o estado precisa adotar medidas de austeridade. “Em dois ou três anos a receita será consumida apenas pelo pagamento de pessoal”, afirmou o governador. Asiim fazendo referência ao Programa de Recuperação Fiscal que prevê a desestatização da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), além de limitar o teto salarial dos servidores públicos.

Dessa forma, para isso, segundo o governador, ele conta com o apoio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Para ele, quanto mais demorar para a aprovação, mais a situação de Minas vai se agravar.

Portanto, na entrevista, o governador ainda falou que se preocupa com o desemprego. Segundo ele, combater o desemprego é prioridade. Atualmente, o estado conta com 1,2 milhão de pessoas desempregadas.

 

Via Portal Amirt
Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2019 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA
WhatsApp chat