Onda Sul FM

Depois de Lady Gaga, mais uma cantora pop está na mira do Oscar de melhor canção

Será que, depois de Lady Gaga, o próximo Oscar de melhor canção original também será de uma popstar? Com o lançamento de “Spirit”, parte da trilha sonora do filme “O Rei Leão”, Beyoncé se qualifica para a maior premiação de cinema do mundo. “A canção deve obter um empurrão para consideração do Oscar”, afirmam os canais Fox News e ABC News e os jornais Washington Post e New York Post.

Beyoncé nunca foi indicada ao Oscar. O mais perto disso aconteceu em 2006, quando protagonizou o filme “Dreamgirls: Em Busca de um Sonho”. O musical recebeu oito indicações, mas nenhuma para ela. Jennifer Hudson saiu vitoriosa como melhor atriz coadjuvante pelo papel de Effie White.

Com “Spirit”, Beyoncé tem a chance de fazer diferente – e na categoria de música, que é seu território. O prêmio de melhor canção original é dado aos compositores, e a autoria da música é toda dela. O autor do blog de cinema “Jon On Film”, especialista no assunto, escreveu que a Academia “já começou a gravar o nome de Beyoncé na estatueta de melhor canção original”. Dada a popularidade da cantora, é óbvio que ela chega nessa disputa com uma grande torcida do público.

O ator Michael Caine, que contracenou com Beyoncé no cinema em 2002, contou à revista Rolling Stone que ela sempre teve o sonho de ganhar um Oscar. Quando tinha 17 anos, ela o confidenciou essa vontade. “Eu sabia que ela era uma cantora. Um dia, perguntei: ‘o que você quer fazer da sua vida, Be-yons? Eu sempre a chamei de Be-yons. E ela disse ‘eu quero ganhar o Oscar’. Ela foi muito bem naquele filme, uma atriz muito competente, e eu pensei que ela poderia ir a algum lugar com isso. Ela foi muito além do meu mundo. Ela é enorme agora”.

Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2019 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA