‘Doença misteriosa’: Dois novos casos são notificados em BH

Compartilhar

Dois novos casos da “doença misteriosa” foram notificados em Belo Horizonte, de acordo com boletim da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, divulgado na tarde desta quarta-feira, 08. Trata-se de dois homens, de 56 e 64 anos, moradores do bairro Buritis, na região Oeste de Belo Horizonte. Ambos estão internados em um hospital particular da capital.

Ainda de acordo com a secretaria, dos nove casos notificados, um foi descartado pelo fato de não apresentar os mesmos sintomas dos demais e por ter doença renal prévia. Isso significa que, até o momento, oito pessoas foram acometidas pela doença – uma delas morreu na noite dessa terça-feira, 07.

Os outros pacientes com suspeita da doença são homens, com idades entre 23 e 76 anos. Desses, sete moram em Belo Horizonte e outro em Nova Lima. O homem que morreu em decorrência da doença morava em Ubá.

Vítima será necropsiada em BH

O corpo de Paschoal Demartini Filho, de 55 anos, que morreu na noite dessa terça-feira, 07, será necropsiado pela Polícia Civil, em Belo Horizonte. A instituição informou que a vítima, internada com insuficiência renal e problemas neurológicos, está sendo trazida de Juiz de Fora, na Zona da Mata, onde estava internada, e deve passar pelo processo de necropsia ainda nesta quarta, 08, no Instituto Médico Legal (IML) Dr. André Roquete. A previsão de conclusão do laudo e o motivo de a necropsia ser realizada na capital não foram revelados pelo órgão.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que apura se há indícios de crime envolvendo a morte de Paschoal e a doença de outros seis homens. Destacou ainda que investigações estão sendo realizadas com a realização de entrevistas e comunicação com outras instituições públicas para entender se existe relação entre os eventos e as vítimas.

Foto: LINCON ZARBIETTI / O TEMPO

 

 

Fonte: O Tempo
Faça seu comentário usando o Facebook