Onda Sul FM

Durante a reunião ordinária vereador renuncia mandato

O ex-presidente da Câmara Municipal de Montes Claros, MG, Cláudio Prates (PTB), anunciou, durante a reunião ordinária, na manhã desta terça-feira, a renúncia ao segundo mandato de vereador. Ele foi mais votado nas duas eleições para vereador na cidade. Tendo recebido 3.374 votos em 2012 e 3.111 votos em 2016. A decisão dele foi recebida com surpresa na cidade.

Em entrevista, Claudio Prates alegou que está “desmotivado” a continuar na política. Além disso, negou qualquer relação entre a renúncia e a sua atuação como policial federal. Por outro lado, admitiu que poderá a voltar a disputar outro mandato em 2020. “O futuro a Deus pertence”, disse.

Ao renunciar ao mandato, o vereador abre mão do salário de R$ 15.193,00. Cada um dos 23 vereadores da cidade tem direito ainda a uma verba de R$ 15,4 mil para a contratação de assessores ( dois a 14). Além disso, e a R$ 4 mil para despesas de transporte e telefone, somando um custo de R$ 34.593,00.

Na tribuna, o ex-presidente da Câmara disse apenas que tomou a decisão com “absoluta tranqüilidade” para se dedicar a outros projetos e ideais. “Que se tornam incompatíveis com esta sublime missão política”.

O vereador disse que além do trabalho como policial federal, vai se dedicar à palestras, trabalhos sociais e evangelização e ao teatro, atividades que desenvolvia antes de ser eleito vereador.

Percebi que eu não estava tão motivado a continuar na política e sinto que quando faço isso eu não estou cumprindo bem o meu papel. E como tenho outras prioridades na minha vida, eu resolvi, depois de muita reflexão, a tomar esta decisão”, alegou Prates.

Na eleição de 2018 ele foi candidato a deputado federal e recebeu 28.023 votos, não conseguindo se eleger.

Sobre a possibilidade de retorno à política, o ex-presidente da Câmara comentou. “Quanto ao futuro, se poderei ou não disputar outro mandato, o futuro pertence a Deus”.

Sendo assim, a Câmara Municipal de Montes Claros informou ainda vai consultar a Justiça Eleitoral para verificar quem assume a vaga deixada por Cláudio Prates. A princípio, assumiria a vaga o suplente Fábio Neves (PSB), que é ex-vereador.

foto: Andrea Froes/divulgação
Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2020 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA