Educação e Polícia Militar se unem na prevenção às drogas

Compartilhar

Representantes da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) e da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) se reuniram nessa terça-feira (21/7), em encontro virtual, para alinhar detalhes referentes à implementação de um braço do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), o “Proerd em Casa”- nas escolas da rede pública estadual de ensino.

Por meio da parceria entre a SEE/MG e a PMMG, as lições foram remodeladas para uma versão de videoaulas que podem ser acessadas no site estudeemcasa.educacao.mg.gov.br e, também, no aplicativo Conexão Escola.

Rede

Outra novidade é que, a partir de agora, a PMMG vai identificar escolas localizadas em áreas de vulnerabilidade social, que necessitam de acompanhamento mais próximo. As turmas formadas nestas escolas terão um contato mais estreito com os instrutores do Proerd que realizarão bate-papos com os estudantes por meio de diferentes ferramentas. A dinâmica das conversas será alinhada com os diretores das escolas estaduais.

A expectativa é que cerca de 200 mil alunos da rede estadual de ensino, com idades entre 10 e 14 anos, participem do “Proerd em Casa”, como explica o comandante-geral da PMMG, coronel Rodrigo Sousa Rodrigues. “Mesmo com as dificuldades da pandemia, essa parceria com a SEE/MG vai nos possibilitar alcançar 200 mil crianças”.

O chefe do Estado-Maior, coronel Eduardo Felisberto Alves, também destacou a importância da parceria. “Estamos dando mais uma demonstração do quanto a Educação é importante para a construção de um futuro melhor. Segurança Pública e Educação andando de mãos dadas”.

A subsecretária de Desenvolvimento da Educação Básica da SEE/MG, Geniana Faria, afirma que o número de acessos no site estudeemcasa.educacao.mg.gov.br é animador. “Essa parceria do “Proerd em Casa” foi um ganho para todos nós, em especial para os nossos alunos. O número de acesso ao material no nosso site é grande, o que mostra que estamos no caminho certo”.

Proerd em Casa

O coordenador estadual do Proerd, coronel Alexandre Magno de Oliveira, pontuou que o “Proerd em Casa” não substituiu as aulas presenciais do programa, mas “é uma medida de continuidade que pretende fortalecer a pirâmide composta por escola, família e Polícia Militar durante o período de quarentena”.

As adaptações das aulas foram feitas com a autorização do DARE America, ONG detentora dos direitos autorais do programa. O conteúdo das videoaulas estão disponíveis ainda no Youtube da PMMG.

Serão disponibilizadas 20 videoaulas, sendo dez para estudantes na faixa etária de 10 a 12 anos (5º ano do ensino fundamental) e as demais para os alunos com idades entre 12 e 14 anos (7º ano do ensino fundamental). A ideia é que os alunos tenham acesso a um vídeo por semana. Até o momento, já foram disponibilizados dois vídeos para cada faixa-etária.

Além das videoaulas, os estudantes também podem acessar o material didático do Proerd. São dois livros, um para cada faixa etária.

Parceria

A Polícia Militar também é parceira da SEE/MG na distribuição dos Planos de Estudos Tutorados (PETs) para os estudantes que não têm acesso aos meios digitais. A ideia é que os militares auxiliem as escolas em situações excepcionais e em localidades de difícil acesso.

 

Fonte: Agência Minas
Faça seu comentário usando o Facebook