‘Eles foram com os pais curtir um passeio em Capitólio’, diz irmã de vítima

Compartilhar

O corpo da terceira vítima desaparecida durante cabeça d’água em Capitólio no Sul de Minas, foi encontrado na tarde desta segunda-feira (4/1). Jardyan Resende Correa, de 23 anos, estava a quatro metros de profundidade na cachoeira Cascatinha.

O Corpo de Bombeiros retomou as buscas por Jardyan Resende Correa no começo da manhã e por volta do meio dia, o corpo dele foi encontrado a quatro metros de profundidade no primeiro poço formado ao pé da cachoeira.

“Para facilitar a retirada, os militares optaram por sair através do lago, utilizando a rampa de embarcações de um clube náutico próximo do local”, explica bombeiros.

Jordyan era youtuber e irmão de Elayla

O jovem estava entre o grupo de banhistas, que foi surpreendido pelo aumento no fluxo de água na cachoeira Cascatinha, no último sábado (2/1). De acordo com a corporação, os outros dois corpos de Elayla Chagas Correa, de 24 anos, e Helen Cristina, de 27, foram resgatados nesse domingo (3/1).

Elayla e Helen eram noivas e foram enterradas nesse domingo 03/Jan/21

Segundo familiares, Jordyan era irmão de Elayla, que era noiva de Helen. Os jovens foram com a família curtir um passeio em Capitólio. “Os pais de Jordyan e Elayla animaram e chamaram eles. Helen foi junto com a família da noiva dela”, explica Sherlen Mariano, irmã de Helen.

As vítimas tinham a intensão de voltar no mesmo dia. “Eles foram sábado de manhã e não pretendiam dormir na cidade. Como estavam de carro, pretendiam voltar no fim da tarde”, completa.

Helen e Elayla trabalhavam na área de produção de empresas da região. Elas foram enterradas nesse domingo em Oliveira. Jordyan era youtuber e deve ser sepultado nesta terça-feira (5/1) também na cidade.

Os pais de Elayla também foram atingidos pelo fenômeno. “A mãe Eliane recebeu atendimento médico em Passos e foi liberada. Já o pai dela, Márcio Chagas, permanece internado na Santa Casa de Passos”, diz irmã de Helen.

A Prefeitura Municipal de Oliveira decretou luto oficial e a Câmara Municipal publicou nota de pesar aos familiares dos atingidos.

Entenda o caso

Pelo menos 20 pessoas foram atingidas pelo aumento rápido e repentino do nível da água, no complexo de cachoeiras entre São José da Barra e Capitólio, na tarde deste sábado (2/1).

De acordo com Corpo de Bombeiros, três pessoas foram arrastadas pela água. Onze pessoas foram socorridas pelo helicóptero, sendo quatro crianças e quatro mulheres. Duas vítimas socorridas pelo helicóptero Arcanjo tiveram fraturas nos membros inferiores. A equipe de solo resgatou cinco pessoas e retirou os corpos.

 

Fonte: Estado de Minas
Faça seu comentário usando o Facebook