Onda Sul FM

Empresa desiste de concessão do monotrilho em Poços de Caldas

A empresa J. Ferreira desistiu do contrato de concessão do monotrilho, em Poços de Caldas. A decisão foi tomada ontem (29), em audiência de instrução e julgamento ocorrida na Justiça local.

Com a renúncia da concessão, a empresa abriu mão de qualquer indenização. Além disso, também não há reivindicação sobre os investimentos em equipamentos durante o período concedido. A empresa se comprometeu ainda a terminar a manutenção em uma das pilastras de sustentação, na avenida João Pinheiro, iniciada em dezembro passado.

Assim sendo, todo o equipamento relativo ao monotrilho passa a ser do município. O prefeito Sérgio Azevedo convocou para esta tarde uma coletiva de imprensa para falar sobre “uma excelente notícia”. Na coletiva seriam divulgados os detalhes sobre o que irá acontecer com o equipamento.

O projeto surgiu em 1981, mas a construção só foi concluída em 2000.

Originalmente eram previstos 30 quilômetros de extensão. Contudo a obra final ficou com apenas oito, pois passou de transporte público para transporte turístico.

Em setembro de 2000, quando começou a operar, o trem descarrilou em uma curva e 19 pessoas tiveram que ser resgatadas pelo Corpo de Bombeiros. Já em novembro de 2003, duas pilastras ao longo da avenida João Pinheiro caíram após obras no ribeirão Poços de Caldas.

Depois disso, o Monotrilho nunca mais voltou a funcionar, mas a estrutura permaneceu no local. Em 2014, o Ministério Público tentou fazer um Termo de Ajustamento de Conduta entre as partes. Porém, o acordo não saiu do papel.

Em 2016, a Justiça determinou que a Prefeitura deveria fazer obras de contenção dos taludes do ribeirão Poços de Caldas. E, dessa forma, criasse planos de contingência para evitar a ruína da estrutura.

A última ocorrência foi em dezembro passado, quando parte da estrutura de uma pilastra começou a ceder e teve que passar por manutenção preventiva.

Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2019 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA