Onda Sul FM

Escassez de vacina pentavalente preocupa mães em Carmo do Rio Claro

Em setembro, o Ministério da Saúde através do site saude.gov.br noticiou que a vacina pentavalente adquirida por intermédio da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), foi reprovada pelo teste de qualidade, sendo assim, as compras com o antigo fornecedor foi interrompida pela Organização Mundial da Saúde/OPAS, que tem o intuito de pré-qualificar os laboratórios.

Após esse problema, o Ministério da Saúde solicitou a reposição do fornecimento da pentavalente á Opas, porém, não há disponibilidade imediata da vacina no mundo. De acordo com o que foi publicado no site, a situação estava prevista para estabilizar a partir do mês de novembro, mas isso ainda não aconteceu.

Maria Eunice Oliveira Cruz, enfermeira e técnica do posto de imunização, pontuou que desde o mês de agosto o município de Carmo está recebendo a vacina pentavalente em quantidade reduzida. Além disso, a enfermeira disse que neste mês de dezembro ainda não foi entregue a vacina.

De acordo com Nice, para controlar a situação no município é necessário a distribuição de aproximadamente mais cem doses da pentavalente.

A vacina é importante pois, previne doenças como a difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e haemophilus B.

Por fim, a técnica do posto de imunização esclareceu que, para o serviço de saúde é esperado que o problema seja resolvido até o mês de janeiro de 2020.

 

Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2020 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA