Escola do Glória fica em 1º lugar no ranking

Compartilhar

Lista com médias de escolas públicas da região mostra que escola estadual de São João Batista do Glória teve o melhor resultado no Enem 2016. Diretora atribui conquista à dedicação de professores e alunos.

Escola do Glória fica em 1º lugar no ranking.

A Escola Estadual José Severiano Filho, de São João Batista do Glória, ficou em primeiro lugar no ranking de escolas públicas com maiores notas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na região. Com base na média geral, ela é seguida por uma escola de Piumhi e outra de Capitólio.

Os resultados lançados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) trazem as médias de notas por escola nas provas de Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Matemática, Linguagens e Redação, além da média das questões objetivas e um cálculo geral. Os números divulgados este ano são os referentes ao Enem aplicado em 2016.

Considerando o ranking baseado nas médias gerais, a primeira colocação regional entre as escolas públicas ficou com a Escola Estadual José Severiano Filho, de São João Batista do Glória, com uma média de 510,55, sendo Ciências Humanas com 519,75, Ciências da Natureza com 477,52, Linguagens com 502,10, Matemática com 497,00 e Redação com 556,36. No Estado, a colocação leva em conta apenas o cálculo de média das provas objetivas, assim deixando a instituição em 1100º. Em segundo e terceiro lugares ficaram as escolas estaduais Professor João Menezes, de Piumhi, com uma média geral de 509,43, e a Modesto Antônio de Oliveira, com média 507,74. Passos teve cinco escolas no ranking, mas nenhuma entrou nos três primeiros lugares.

Segundo a diretora da Estadual José Severiano Filho, Simone Cristina Silva Ferreira, a nota é resultado de um esforço coletivo de todos da instituição, que se empenharam em preparar os alunos.

“Nós tentamos incentivar muito nossos alunos, e buscamos conseguir o compromisso de toda a equipe em ajudá-los a concretizar o sonho do ensino superior. Disponibilizamos a sala de informática para inscrição no processo e tentamos viabilizar melhores condições para que pudessem ter disciplina nos estudos, trabalhamos simulados constantes no mesmo formato do Enem, com orientação direta e indiretamente, trabalhando a redação de forma diferenciada, entre outras ações”, disse Simone.

Além das ações periódicas, citadas pela diretora, ela ainda ressalta que existem constantemente aulas para reforçar o aprendizado nas disciplinas de maior peso e monitoria para outras matérias. “Temos aulas de reforço para português, matemática, redação e espanhol, e também mantemos uma monitoria para as outras disciplinas que acontecem no sexto horário, fora do período normal de aulas, ou no turno vespertino, e todas essas aulas e monitorias extras são ministradas pelos nossos próprios professores. A escola está em constante movimento”, explica a diretora.

Ela termina dizendo que ficou muito emocionada com o resultado e que tudo isso foi conquistado graças aos programas educacionais e dedicação de alunos e professores na aquisição de conhecimento.

Via Folhadamanha
Faça seu comentário usando o Facebook