Onda Sul FM

Escolas de Carmo do Rio Claro e de outros municípios serão contempladas com recurso para educação

Cinco municípios da região foram contemplados na segunda fase do programa governamental “Mãos à Obra na Escola”, que tem por objetivo a revitalização dos estabelecimentos de ensino da rede estadual de Minas Gerais. De modo geral, desta vez, o programa vai beneficiar 210 unidades escolares, de 137 cidades, com investimentos de R$28,7 milhões.

Entre as cidades listadas no portal da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE), poderão usufruir do recurso, na região, Carmo do Rio Claro, Conceição da Aparecida, Ibiraci, Itaú de Minas e São Sebastião do Paraíso.

Os critérios utilizados para a escolha das escolas tiveram relação com a necessidade, urgência de reforma e também criticidade.

Segundo anunciado pela SEE, são instalações que necessitam de obras emergenciais, como construção de muros, reforma de telhados, banheiros, cozinha, refeitórios, rede elétrica, reforço estrutural de salas de aula, substituição de portas e reforma geral de instalações.

Em Carmo do Rio Claro, o Colégio Monsenhor Mário A. Guimarães e a E. E. Santo Antônio foram as instituições agraciadas. O vereador Filipe Carielo, por intermédio do deputado estadual Cássio Soares e inicialmente do deputado federal Emidinho Madeira conseguiram a a liberação da verba, a qual foi obtida através de emendas parlamentares no ano de 2015 pelo então atual deputado federal e posteriormente contou com a contribuição de Cássio Soares e Dalmo Ribeiro para que fosse disponibilizado a verba para as modificações necessárias nas escolas escolhidas.

Ainda para a localidade, ao todo, serão investidos R$1.033.574,20 nas reformas. O recurso foi pleiteado pelo vereador durante uma reunião, que ocorreu no início do ano, com o deputado.

Em Ibiraci, a Escola Estadual Doutor Antônio Carlos foi a escolhida. No entanto, o recurso foi pleiteado pelo pelo vereador Nelson Antônio de Oliveira Júnior, o Juninho Fumaça. “Estudei nesta escola e meu filho também. É uma unidade muito tradicional, a mais antiga da cidade, antes mesmo de entrar para política, já percebia a situação crítica do colégio, em reuniões de pais, nós víamos o forro caindo nos cadernos. Depois que passei a atuar como vereador, falei com a diretora para tentar ajudar de alguma maneira, foi então que entrei em contato com o deputado ‘Cleitinho’, mandei documentos e insisti por algum tipo de ajuda”, contou vereador.

“A inclusão deste estabelecimento de ensino no programa é gratificante e uma grande honra para nós. A meu ver, todos os políticos deveriam pensar em diferentes âmbitos da cidade. Muitas vezes, a Prefeitura acaba deixando de lado as escolas estaduais, para que somente o Estado tome conta, mas acho que deveria ser diferente, uma vez que, tudo faz parte da cidade”, finalizou Júnior.

A reportagem tentou em contato com os demais municípios contemplados, mas não obteve retorno. A data para transferência do recurso ainda não foi divulgada, mas deve ser publicado ainda neste mês.

1ª Etapa

A primeira etapa do programa foi anunciada em maio deste ano. Quando foram liberados R$21 milhões para intervenções em 132 escolas de 92 municípios. Na região, apenas Ibiraci constava na listagem. Somados os valores repassados nas duas etapas, neste ano, os recursos investidos chegam a quase R$50 milhões.

Foto: Reprodução Facebook – Edson Marinho Rey, diretor do Colégio Monsenhor Mário A. Guimarães

 

Via Folha da Manhã
Faça seu comentário usando o Facebook
© 1999-2019 ONDA SUL - A RÁDIO DO SUL DE MINAS. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS / IA EMPRESA