Estreia ‘Extraordinário’, adaptado do livro de R.J.Palácio sobre um garoto com deformidade no rosto

Aos 11, Jacob Tremblay, de ‘Extraordinário’, dá um conselho: ‘Seja bondoso’

Jacob Tremblay fez da campanha do Oscar no ano passado a mais fofa dos últimos tempos, subindo num banquinho para apresentar um prêmio e tirando fotos com os famosos que encontrou pelo caminho. Em O Quarto de Jack (2015) ele interpretou um menino nascido no cativeiro, onde vivia com a mãe (Brie Larson, vencedora do Oscar de melhor atriz), sequestrada ainda adolescente. Era um papel difícil para uma criança.

Aos 11 anos, o ator canadense volta a encarar um personagem desafiador. Em Extraordinário, dirigido por Stephen Chbosky e baseado no best-seller de R.J. Palacio, Tremblay é Auggie, um garoto com síndrome de Treacher Collins, uma desordem craniofacial genética. Ou, como explica Tremblay em entrevista ao Estado em Los Angeles: “Ele tem um rosto diferente. Estuda em casa, até que seus pais decidem que talvez seja hora de ir para uma escola de verdade. O filme é sobre sua aventura na escola pública, onde faz amigos e sofre bullying. É uma história muito boa”.


(Cena do filme Extraordinário, de Stephen Chbosky, com Julia Roberts, Owen Wilson, Jacob Tremblay, Sonia Braga Crédito Paris)

 

 

Via Estadão
Faça seu comentário usando o Facebook