Ex-prefeito de Passos deixa a prisão

Compartilhar

Antes de ser preso, Ataíde Vilela chegou a ser considerado foragido, ele foi solto após conseguir um habeas corpus.

Após 13 dias recolhido no Presídio de Passos, o ex-prefeito de Passos, Ataíde Vilela, deixou a prisão. Denunciado pelo Ministério Público Estadual (MPE) por supostas fraudes em contratos com empresas que faziam a coleta de lixo e a limpeza urbana do município durante a sua gestão, ele conseguiu a liberdade através de um habeas corpus impetrado pela sua defesa.
Ataíde Vilela estava preso preventivamente desde o último dia 26 de novembro, quando se entregou à Polícia depois de ser considerado foragido da Justiça. Inicialmente ele havia sido detido no dia 9 daquele mês, através do cumprimento de um mandado de prisão temporária, durante a Operação Purgamentum realizada entre o MPE e a Polícia Civil. Na ocasião, por não concordar de ficar recolhido junto com outros detentos sem curso superior, ele foi transferido para a Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, onde permaneceu até o dia 15, quando foi beneficiado com o primeiro Habeas corpus.
Dois dias depois, após novas provas colhidas na investigação, um novo mandado de prisão, desta vez de caráter preventivo.
Ataíde Vilela se entregou no dia 26 do mês passado, aceitando ficar recolhido em Passos. Outros ex-servidores que trabalharam na Prefeitura durante o seu mandato também são investigados pelos mesmos crimes e chegaram a ser presos.
Todos já foram soltos e estão aguardando em liberdade. Além dos supostos crimes em que está sendo acusado, o ex-chefe do Executivo passense ainda vem sendo investigado em outros procedimentos do MPE, segundo informou o promotor Paulo Frank Pinto Júnior, titular da 7ª promotoria de Passos.
Fonte: ClicFolha
Faça seu comentário usando o Facebook