Feira que destaca genética do gado terá edição virtual

Compartilhar

Este ano, a Feira Pró-Genética e Pró-Fêmeas do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba será via on-line, de sábado (1/8) a sexta-feira (7/8). Em prevenção à covid-19, os animais à venda – touros e matrizes – serão apresentados em vídeo. As informações técnicas serão divulgadas pelo site da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), no endereço http://www.abcz.org.br/

Na mesma página estarão disponíveis os contatos dos criadores para que o interessado faça a negociação diretamente com os donos. Será possível, ainda, acessar a feira pelo celular, por meio do aplicativo ABCZ Mobile, disponível na Play Store e na App Store.

Expectativa

Nesta edição, a expectativa dos organizadores é que pelo menos 100 animais sejam colocados à venda e o volume de negociações chegue a R$ 700 mil. Para serem inscritos, todos os touros e matrizes devem estar registrados na ABCZ e seguir normas sanitárias previamente estabelecidas.

Os touros, por exemplo, devem ter até 42 meses de idade, Registro Genealógico Definitivo (RGD), testes negativos para brucelose e tuberculose, além de exame andrológico positivo, o que garante o potencial reprodutivo do animal. Já as matrizes devem ter até 60 meses de idade. As que tiveram mais de 18 meses, precisam ter o RGD. Já as mais novas devem ter o Registro Genealógico de Nascimento.

Além disso, todas as matrizes com mais de 30 meses devem ainda estar com prenhez confirmada ou em lactação e ter testes negativos para brucelose e tuberculose.

Assessor técnico da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e membro da comissão organizadora da feira, Francisco de Souza diz que a expectativa com a versão virtual é positiva. Ele destaca que, diante do novo cenário, o uso das tecnologias digitais irá propiciar um evento interativo e dinâmico.

“É uma proposta inédita e inovadora para continuar atendendo às demandas dos produtores rurais por animais de alto padrão genético. Todos os detalhes do evento foram pensados para facilitar o processo de aquisição dos animais Padrão Pró – Genética com toda comodidade, segurança e principalmente, sem a necessidade de sair de casa”, acrescenta Francisco.

Assistência

Os participantes da feira terão à disposição o auxílio de técnicos da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) e da ABCZ para que dúvidas em relação aos animais sejam esclarecidas.

Será possível financiar a compra de animais na feira. Hoje, várias instituições financeiras oferecem linhas de crédito para essa finalidade. No entanto, é preciso estar com o cadastro atualizado na agência bancária e, no caso dos agricultores familiares, ter Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP). Produtores que não tiverem acesso à internet podem procurar o escritório da Emater-MG no município e acessar o evento.

Pesquisa

A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) também tem desenvolvido um trabalho fundamental no fortalecimento do programa. A empresa atua na criação e seleção de animais geneticamente melhorados.

Por meio de pesquisas contínuas, os touros são melhorados com foco na produtividade leiteira aliada à rusticidade, fertilidade, docilidade e longevidade. O trabalho conferiu aos animais tolerância a carrapatos e a moscas do chifre, além de proporcionar boas produções de leite a pasto, o que resulta em uma relação custo-benefício mais eficiente.

Tradição

Criado em 2006, o Pró-Genética se transformou em política pública ao ser apoiado pelo governo estadual, órgãos de pesquisa, extensão rural, defesa sanitária animal e formação de mão-de-obra rural.

Hoje, a iniciativa é o principal instrumento para aumento da produtividade de carne e leite com o uso de touros melhoradores, com reconhecimento em todo país.

 

Fonte: Agência Minas
Faça seu comentário usando o Facebook