Fitoterapia: Cuidados que se devem tomar com tratamento através de plantas medicinais

Compartilhar

A ciência que se ocupa do tratamento das doenças com plantas medicinais, é conhecida como fitoterapia.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, mais de 22.000 mil plantas medicinais, em outros tipos como cogumelos, cascas de árvores e seus frutos, tem como pesquisas científicas comprovadas como efeitos positivos no tratamento de certas doenças, no qual devem ser regulamentadas.

Independente da crença popular, o uso de plantas medicinais não é isento de risco. Não quer dizer que elas sejam naturais que podem necessariamente não serem perigosas. Além do princípio ativo terapêutico, a planta também pode conter substancias tóxicas prejudicial á saúde, quando ingerido em grandes quantidades que podem induzir reação alérgica e também intoxicação por agrotóxicos. O rico de contaminações quando industrializada, pode ser reduzido através de controle de qualidade da matéria prima, mas mesmo assim a concentração podem variar, dependendo do princípio ativo em cápsulas.

Existem diferentes maneiras de administrar as plantas. Entre elas, as mais comuns são: A INFUSÃO, na qual as plantas são trituradas e depois cobertas com água fervente. Em seguida, a mistura é deixada repousando entre 10 e 15 minutos, podendo ser tomada depois. A DECOCÇÃO, em que se fervem as plantas trituradas em água. Em seguida, se deixa esfriar até que a mistura possa ser bebida. Filtra-se e se ingere. Também nesse caso, alguns princípios ativos podem ser alterados; e o processo de MACERAÇÃO; aonde se deixa macerar as plantas em água morna durante um tempo que pode ser algumas horas ou várias semanas. Esta técnica não permite a extração integral do princípio ativo.

Existem algumas opções de plantas que são utilizada no combate da depressão, uma delas é a Matricaria recutita, mais conhecida como camomila, onde produz uma sensação de tranquilidade e bem estar. A Melissa Officinalis, tem como objetivo de auxilio ao tratamento sintomático da ansiedade leve e insônia leve. A passiflora Incarnata, conhecida como maracujá, também é muito usada em casos de depressão.

O importante é que antes de utilizar qualquer tipo de ervas medicinais, não deixe de procurar orientações de especialistas na área, é importante que todos os tratamentos sejam seguros para não ocorrer outros tipos de problemas não saudáveis.

Profa. Dra. Mirela M. Waldemarin Cabral
Biomédica
Especialista em Terapias Alternativas (Holísticas)
Mestre em Microbiologia
Doutora em Ciências

Fonte: Jornal Sudoeste
Faça seu comentário usando o Facebook
Qual sua reação sobre o post!?
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
+1
0
Menu
Right Menu Icon